Harpias Maníacas por Limpeza! - Missão One-post para Chris Raider

Ir em baixo

Harpias Maníacas por Limpeza! - Missão One-post para Chris Raider

Mensagem por Ártêmis em Ter 17 Dez - 9:27



   
Harpias Maníacas por Limpeza!
   
O que aconteceu aqui?!

   


   Seria um almoço comum, se as 3 harpias do Acampamento não tivessem aparecido e começado a limpar antes da hora. Naturalmente, Quíron e os campistas as impediram, já que estavam atormentando a refeição. Porém, nem mesmo a Quíron elas estão obedecendo! Há algo errado... Ajude o refeitório a tirar essas Harpias daí e descubra o porquê delas estarem assim!
Regras e Observações:
-Criatividade;
-Exijo organização, por favor. Descontarei pontos se não estiver organizado o seu post;
-Não mate as Harpias. Elas ainda fazem parte do Acampamento;
-Faça um desfecho do seu agrado, mas que me surpreenda;
-Prazo até 01/01/13;
-Horário do Almoço: 12:30 PM
-Seja coerente. A falta dela resulta na sua morte;

   


   
~tsc~
avatar
Ártêmis
Ártemis
Ártemis

Mensagens : 135
Data de inscrição : 21/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
999999999/99999999  (999999999/99999999)
MP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harpias Maníacas por Limpeza! - Missão One-post para Chris Raider

Mensagem por Chris Raider em Qua 18 Dez - 10:38





Harpias Maníacas *o*


Há pouco tempo eu estava morando no acampamento meio sangue, aquele lugar era incrível, coisas que eu pensava que existiam apenas na mitologia, que não passavam de ficções estavam perante meus olhos no acampamento, a todo canto que eu olhava via semideuses, seres híbridos, ninfas, nem precisava disso na realidade, apenas precisava olhar no espelho, afinal, eu era um semideus, filho do deus do sol, Apolo.

Como um dia comum no acampamento eu estava dormindo até tarde, geralmente eu dormia até o meio-dia alevantando-me apenas na hora do almoço, o motivo da demora para acordar não era pesadelos ou algum problema para dormir, meu vício por doces era extremamente grande, o acampamento era rigoroso quanto a isso permitindo aos campistas apenas comerem nas horas marcadas e no refeitório, devido a isso me sentia obrigado a levar alguns doces escondidos para meu chalé onde passava quase toda a noite comendo-os e lendo um bom livro, apesar da hora já estar chegando ao meio-dia ainda estava um pouco sonolento mas nada que me impedisse de alevantar-me dali e ir ao refeitória desfrutar-me das delícias que ofereciam lá, dei um rápido pulo da cama e logo puxei debaixo do meu travesseiro o último saquinho de doces que restava, não demorou muito e devorei ele deixando apenas o saquinho e alguns grãos de açúcar que restou, então vesti minha roupa, uma calça jeans na cor preta, uma camiseta curta da cor branca e para finalizar, um tênis da cor azul escuro, realmente não era o traje ideal para um acampamento daqueles mas eu não me importava, por algum motivo antes de sair dali peguei as únicas armas que eu tinha em posse, uma simples adaga e um escudo, ambos de bronze, algo era estranho, eu lia livros de mitologia e poderia ver que meu pai Apolo tinha uma grande aptidão com arcos e flechas, porém, por algum motivo eu não havia recebido tal item o que me deixava um pouco frustado, por ser um filho do deus do sol eu tinha um pouco de habilidade em manusear tal instrumento, mas não havia comunicado isso a ninguém, tinha esperança de que com o tempo ali iria receber essa arma assim aumentando minhas habilidades em combate, então com minha adaga e meu escudo em minha mão direita sai do chalé, o sol forte que estava no céu de certa forma me aquecia, apesar de minhas roupas estarem um pouco " exageradas " para um dia como aquele eu não estava com calor, não perdi muito tempo ali, fui direto para o refeitório, minha barriga estava roncando de tão faminto que eu estava, ao adentrar no estabelecimento vi que a maioria dos campistas já estavam sentados em seus devidos lugares esperando que a comida fosse servida, então calmamente fui caminhando em direção a uma das mesas, ao passar na entrada por Quiron, o diretor das atividades que eram propostas para nós pude ver que ele falou pouco depois de eu passar por ele:
- Posso saber o motivo por não comparecer ao café da manhã ?
Preferi me fazer que não havia escutado ele, não estava afim de dar explicações a ele sobre o que eu faço ou deixo de fazer, então apenas segui andando até uma das mesas o ignorando, sentei-me em uma cadeira e então esperei, não demorou muito para que o restante dos campistas chegassem, por fim o almoço estava sendo servido, logo tive uma grande decepção em saber o que tinha para o almoço, eram apenas frutas, pães e suco de laranja, realmente era uma dieta um tanto estranha, ao meu ver eles deveriam oferecer a nós uma comida um pouco mais energética para podermos facilmente aguentar os difíceis desafios propostos a todos, mas não poderia reclamar, então comecei a comer assim como todos que ali estavam, estava extremamente calmo ali quando algo interrompeu a todos, as harpias que no final das refeições limpavam o local começaram a limpeza um tanto quanto cedo, aquilo era extremamente chateante por estarem atrapalhando os campistas de fazerem suas refeições, Quiron sabendo de sua responsabilidade ali correu até o centro do salão, não pude deixar de soltar uma leve risada, achava engraçado um homem quadrúpede correndo daquele jeito, após chegar no centro do salão falou em um tom de voz alto:
- Ei vocês, parem a limpeza agora, estão atrapalhando os campistas de almoçarem !! Quantas vezes terei de repetir isso ?
Devido as palavras ditas pelo centauro pude perceber que os atos das harpias eram algo comum ali, mas daquela vez parecia ser diferente, as harpias estavam ignorando ele completamente e continuavam a limpeza o que deixava todos irritados e impacientes a ponto de jogar comida nelas, estava uma tremenda bagunça, vendo que aquilo ali não se acalmaria tão cedo rapidamente providenciei de sair dali, fui direto ao meu chalé, iria entrar para dar um cochilo ou algo do tipo até que aquilo se acalmasse, mas decidi ficar observando o movimento das pessoas ali de fora então sentei-me a alguns metros a frente da porta, no chão, não havia ninguém ali, talvez estavam tentando convencer aquelas doidas a pararem a limpeza, aquilo era um pouco engraçado, elas gostavam tanto de limpar enquanto eu simplesmente odiava e isso não era difícil de notar devido ao meu cabelo um pouco despenteado e meu chalé que com certeza deveria ser um dos mais bagunçados dali, fui interrompido por uma mulher enquanto estava curtindo o sol que pegava em meu corpo, ela era muito linda, olhou fixamente para meus olhos e falou:
- Olá, sou Michele, sou uma semideusa filha de Afrodite, qual é o seu nome ? O que está fazendo aqui ?
Ela de fato era linda, quando falou quem era sua mãe logo notei o porque de sua beleza, fazia jus a fama de sua mãe, então falei para ela:
- Olá, sou Chris, filho do deus do sol Apolo. Estou assim pelo simples fato das harpias estarem atrapalhando todos de almoçarem, e francamente estou faminto.
A semideusa por um certo tempo coçou sua cabeça como se estivesse pensando em algo, fiquei olhando fixamente para seus olhos até que ela falou para mim:
- Já sei, assim como eu parece que você está entediado, então o que acha de investigarmos o porque das harpias estarem assim ? Vamos, vai ser divertido.
De fato seu convite era atentador, iria aceitá-lo com toda certeza porém antes que eu pudesse responder a garota puxou-me pelo braço esquerdo e começou a correr em direção a floresta que tinha ali no acampamento, não falei nada, apenas corri na direção em que a garota ia, em pouco tempo estávamos na floresta, poucas vezes eu tinha ido ali, a aparência era um tanto assustadora, porém meus olhos não estavam voltado para a floresta e sim pelo belo corpo da semideusa que se fosse um pouquinho intelingente iria perceber para onde estavam voltados meus olhos, andamos um pouco por ali, estava com minha adaga em minha mão direita enquanto meu escudo estava em minha mão esquerda, era uma forma melhor de combate, a semideusa estava totalmente desprotegida sem nenhuma arma os equipamentos de defesa, a caminhada estava tranquilo e pelo jeito não tinha nada por trás do estranho comportamento das harpias quando escutamos uma risada em um tom de deboche, poderia ser algo em relação aquilo e devido as risadas poderia ser uma brincadeira sem graça de algum idiota, Michele e eu fomos andando lentamente sem fazer quaisquer barulhos em direção ao barulho da risada, nos escondemos atrás de uma árvore grande que tinha lá e assim ela e eu conseguimos observar bem o que estava acontecendo sem que fossemos percebidos, era de fato um homem que estava rindo em um tom de deboche, ele poderia de fato ter algo a ver com aquilo que estava acontecendo e então sem pensar duas vezes aproximei-me dele e falei:
- Ei você, o que está fazendo aqui em ? Tem algo a ver ao que está ocorrendo no refeitório ?
Michele pela cara que a semideusa fez pude perceber que achou minha atitude completamente idiota, era tarde demais, já havia me pronunciado para aquele homem e nisso a semideusa saiu de trás da moita que estava e posicionou-se atrás de mim como se estivesse com medo, afinal, ela estava sem nenhuma arma ou algo do tipo que pudesse se defender o que indicava que eu teria de lutar sozinho contra alguém que provavelmente é mais experiente do que eu, então logo após minha pergunta pude perceber que a aparência do homem ficou mais séria e raivosa como se não gostasse que eu tivesse o interrompido, então falou:
- Sou Chico, sou um semideus filho de Ares, o deus da guerra, você irá se arrepender por atrapalhar minha diversão, e sim, eu que sou o responsável pelo ocorrido no refeitório, prepare-se, pois agora, as coisas ficarão complicadas para vocês dois.
Aquele semideus parecia ser perigoso, seu pai era o deus da guerra o que levava a deduzir que ele era um bom combatente, como arma ele apenas carregava um grande martelo, a semideusa que estava um pouco recuada recuou mais ainda, eu temia que ela se machucasse pela burrada que eu fiz, era só comunicar a algum superior sobre o ocorrido que eles poderiam dar um jeito nele, mas talvez a pressão do momento e com uma linda mulher do meu lado fez com que a tentativa de um ato de heroísmo fizesse as coisas complicarem para o nosso lado, porém como um homem eu não iria fugir, teria que lutar contra ele, seria meu primeiro combate que seu eu perdesse poderia complicar para o meu lado visto que ele poderia até mesmo me matar com uma martelada em uma região vital, a luta iria começar, o semideus começou a andar lentamente em minha direção, estando a mais ou menos 15 metros de mim fez com que essa distância rapidamente chegasse a cerca de 1 metro e então me golpeou, um forte golpe de cima para baixo e pelo que parecia estava mirando minha cabeça, em uma tentativa de defesa coloquei o escudo logo acima da região de minha cabeça, onde tudo indicava que o martelo iria pegar, minha tentativa de defesa foi um sucesso em relação a tentar evitar um golpe direto em minha cabeça porém não conseguiu evitar uma queda no chão devido a grande força do semideus, a batalha estava ficando complicada, logo que eu cai no chão pude ver que imediatamente ele iria realizar outro golpe, temendo que meu escudo não fosse o suficiente para defender-me novamente tudo que pude fazer foi rolar para a direita rapidamente fazendo com que sua tentativa de me acertar pegasse no chão provocando um grande barulho e um pequeno tremor em volta, ao rolar pude fazer um movimento com minha mão na qual estava a adaga realizando um corte na perna do homem fazendo com que ficasse um pequeno corte na região de seu joelho, vi que foi um corte dolorido para ele e pelo que indicou fez com que ele ficasse com muita raiva de mim, eu ainda no chão estava quase alevantando-me quando ele, com a perna que havia sido acertada me deu um chute em minha barriga, ele era forte, isso fez com que eu saltasse cerca de três metros de distância dele e ficasse jogado ao chão, a dor era grande e fiquei por um certo tempo no chão, pensei que aquilo fosse o fim, ele aproximava-se de mim com um sorriso maligno no rosto, não estava conseguindo me mover facilmente e então pensei que o próximo golpe dele seria fatal para mim, talvez a culpa fosse minha, não deveria ter me metido com ele e sim comunicado aos superiores para que dessem um jeito nele, pelo que tudo indicou seu próximo golpe iria ser devastador, ergueu seu machado, tudo que eu fiz foi tapar meu rosto e começar a rezar porém antes que ele pudesse realizar o golpe escutei um barulho, rapidamente olhei para ver o que era e ele já estava jogado ao chão, a semideusa filha de Afrodite com um grande pedaço de pau havia acertado a cabeça do homem deixando-o aparentemente desmaiado. Em pouco tempo ele acordou, rapidamente montei encima dele com minha adaga sobre seu pescoço, antes que pudesse matá-lo vi que a semideusa falou:
- Pare, não faça isso, se matar ele poderá se complicar, apenas interrogue ele para obter informações do que está acontecendo com as harpias e assim levaremos ele para Quiron, ele saberá o que fazer com ele.
Decidi escutar ela mesmo estando com uma grande vontade de matá-lo e então falei:
- O que você fez com as harpias ? Como podemos reverter isso ? Não brinque comigo é melhor falar antes que minha adaga perfure sua garganta.
Pude perceber que sua aparência antes furiosa mudou totalmente, agora ele estava assustado e então falou:
- Ok, eu falo, usei alguns equipamentos secretos que eu tenho e hipnotizei-as, foi uma simples brincadeira sem graça, e a maneira de reverter a hipnotização era de alguma forma derrotar o causador, no caso eu, ou seja, vocês conseguiram.
Se ele estivesse certo as harpias já estavam normais, então com algumas raízes que tinha ali amarramos as pernas dele e então começamos a arrastar ele para o refeitório, chegando lá pudemos perceber que a situação já estava organizada, as harpias estavam confusas sem saber ao certo o que aconteceu ali, então fomos até Quiron onde eu falei:
- Ei, esse cara aqui, pelo que parece ele é o causador dessa confusão, deixarei ele aqui, pode ser que você queira fazer algumas perguntas para ele.
Após falar isso eu e a semideusa saímos dali, na sequência me despedi dela, estava exausto e faminto, iria me recolher, era o que tinha de melhor para fazer no momento, então entrei em meu chalé deixando minha adaga e meu escudo que estavam um pouco sujos debaixo de minha cama, tirei todas as roupas que estava e me deitei em minha cama apenas de cueca, aquela tinha sido minha primeira " aventura " que conteve perigo no acampamento, de certa forma eu estava contente por passar por aquilo e um pouco ansioso para a próxima que viria.



♦ the white swan ♦ @ cg
avatar
Chris Raider

Mensagens : 4
Data de inscrição : 14/12/2013
Idade : 21
Localização : '-'

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harpias Maníacas por Limpeza! - Missão One-post para Chris Raider

Mensagem por Ártêmis em Qua 18 Dez - 12:34



   
Avaliação da Missão de Chris Raider
   
Boa sorte!

   


   Coerência: 8/25
Ortografia: 2/25
Organização: 24/25
Descrição do Combate: 15/25

XP Total: 49/100

Comentários: Francamente, Chris! Não faça uma missão correndo. Você usou tantas vírgulas que se você colocou uns 6 pontos finais, estou sendo otimista. Em cima* é separado e muito menos tem um N, e por favor, escreva Acampamento Meio-Sangue com letras maiúsculas, é um lugar e sendo assim, é um substantivo próprio. Eu poderia, na verdade, te dar 0 de ortografia, mas dei uma recompensa simbólica para você não desanimar. Você também foi muito mal em coerência: primeiro, como assim ele tinha "equipamentos especiais"? Filhos de Ares não são tão renomados pela sua inteligência ou manuseio de objetos mágicos/eletrônicos. Fora isso, Michele achou o "pedaço de pau" aonde? Era um graveto, ou literalmente um pedaço de madeira (uma tábua)? Mas o que mais me incomodou e fez com que sua nota ficasse tão baixa é que você disse que o filho de Ares carregava um martelo, mas logo depois disse que ele usava um machado. Se disser isso em uma luta ou missão novamente, pode significar sua morte.
Mas nem tudo é só crítica. Eu adorei seu template, deixou tudo seu organizado. Foi ele quem salvou sua nota, aliás. Você também colocou falas coloridas para separar, o que é muito bom. Quanto ao combate, a utilização intensa de vírgulas atrapalhou e muito a leitura dele, e aí você vê a importância de um bom Português, mas pelo que entendi (tirando a gafe do machado - martelo), ficou bom.
Outra coisa que lhe devo chamar atenção (não descontei pontos por isso): coloque poderes e armas utilizados em spoiler no final do post. Embora eu não tenha dito isso nas regras, é importante! Agora, já está de sobreaviso.
Parabéns! Vamos ao que interessa agora: recompensas!

Recompensas

•10 dracmas;

Descontos de MP e HP
HP: -30 HP
MP: -0 MP

   


   
~tsc~
avatar
Ártêmis
Ártemis
Ártemis

Mensagens : 135
Data de inscrição : 21/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
999999999/99999999  (999999999/99999999)
MP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Harpias Maníacas por Limpeza! - Missão One-post para Chris Raider

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum