Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Melinoe em Qua 8 Jan - 18:06

Ficha de Reclamação
---



Bem vindo, Convidado! Acabou de chegar ao acampamento? Creio que deva estar ansioso para começar suas aventuras. Para ser reclamado, poste sua ficha com o code abaixo. Fichas sem o template não serão aceitas. Caso queira ser filho de um dos três grandes, é necessário teste especial, que segue NESTE link.
PS: O antigo sistema foi modificado. Agora, é feito neste único post. Queira postar sua ficha aqui mesmo.

Código:
<center>
<link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=lobster' rel='stylesheet' type='text/css'><div style="width: 500px; font-family:lobster; font-size: 40px; color: #990000; text-shadow: #000 1px 1px 2px;">her name is (seu nome)</div><style type="text/css">div::-webkit-scrollbar { height: 10px; width: 7px; background: transparent; } div::-webkit-scrollbar-thumb { background: #716663!important; } div::-webkit-scrollbar-corner { background: #990000; } </style><style type="text/css">.nh01 {background-image:url(http://24.media.tumblr.com/126cee90341619b8a107ea81638ecb32/tumblr_mvm0altZ2g1s1h78lo1_500.jpg);opacity: 100; width: 200px; height: 335px;-webkit-transition: opacity 1s ease;-moz-transition: opacity 1s ease;  overflow: auto; opacity: 0.0; line-height: 130%; overflow:} .nh01:hover {opacity: 1} </style><table><td><div style="width: 200px; height: 335x;border-left: 8px solid #990000; background-image:url(http://24.media.tumblr.com/126cee90341619b8a107ea81638ecb32/tumblr_mvm0altZ2g1s1h78lo1_500.jpg); opacity: 10;"><div class="nh01">
<div style="width: 180px; height: 15px; background: #990000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;">PROGENITOR OLIMPIANO</div>


<div style="width: 180px; height: 15px; background: #990000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;">IDADE</div>


<div style="width: 180px; height: 15px; background: #990000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;">CIDADE NATAL</div>


<div style="width: 180px; height: 15px; background: #990000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;">PHOTOPLAYER</div></div></div><td><div style="width: 330px; height: 10px; background: #520000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;border-bottom: 2px groove #990000;">características física e psicologicas</div><div style=" width: 300px; height: 50px; overflow: auto;background-color:maroon; padding: 20px;  border-bottom: 1px dotted #000; font-family: calibri; font-size: 11px; text-align: justify;  line-height: 140%; text-transform: none;">
- Qual a personalidade do seu personagem?
- Qual sua aparência?
- Tem alguma mania?
- Alguma cicatriz?
- Algo relevante?</div><div style="width: 330px; height: 10px; background: #520000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;border-bottom: 2px groove #990000;">historia</div><div style=" width: 300px; height: 50px; overflow: auto;background-color:maroon; padding: 20px;  border-bottom: 1px dotted #000; font-family: calibri; font-size: 11px; text-align: justify;  line-height: 140%; text-transform: none;">- Pontos importantes de seu passado
- Quais atividades você praticava pré-acampamento?
- Como você chegou no Acampamento?
- Como foi sua infância?</div><div style="width: 330px; height: 10px; background: #520000; color: #e9e2e0; font-family: orator std; font-size: 10px;text-align:center; padding: 5px; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px;border-bottom: 2px groove #990000;">outras informações</div><div style=" width: 300px; height: 50px; overflow: auto;background-color:maroon; padding: 20px;  border-bottom: 1px dotted #000; font-family: calibri; font-size: 11px; text-align: justify;  line-height: 140%; text-transform: none;">- Aqui outras informações que julgue importantes</div></td></table><div style="width: 300px; padding: 1px; font-family: calibri; font-size: 8px; color: #6b6b6b; text-align: center; line-height: 100%; letter-spacing: 1px; text-transform: uppercase;">copyright 2013 - all rights reserved for larissa</div></center>



~tsc~

_________________

Ghost Queen
avatar
Melinoe

Mensagens : 40
Data de inscrição : 02/11/2013
Idade : 33
Localização : Caverninha. sz

Ficha Meio-Sangue
HP:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)
MP:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Guilherme Antonius em Sex 17 Jan - 10:31


Guilherme Antonius

PROGENITOR OLIMPIANO:
[Hécate]



IDADE:
[15 anos, 324 dias e 11 meses]



CIDADE NATAL:São Paulo, Brasil



PHOTOPLAYER:
[Zayn Malik]
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem?
Sou calmo, determinado e pensativo. Costumo pensar bem antes de agir, cogitar as chances de algo dar certo, mas, uma vez decidido o que fazer, vou de cabeça, sem hesitar. Sou pouco social e comunicativo, mas não meço esforços para salvar alguém em perigo. Enfim, misterioso, calculista e de personalidade duvidosa.
- Qual sua aparência?
Moreno, estatura mediana, olhos escuros, atlético (Eu acho ou espero), a aparência levemente doentia. Trajo-me com um estilo que mistura gótico com moderno, descolado, punk e motoqueiro: Couro, ou linho, tons frios contrastando com cores fortes, algo misterioso mas com estilo. No momento, estou com meu sobretudo de couro preto, calça jeans preta, tênis All Star cinza, cinto escuro, luvas de skatista (Aquelas com aberturas para os dedos) camiseta vermelha e uma gargantilha com um pentagrama.
- Tem alguma mania?
•TOC por organização;
•Sono Leve (Acordar por qualquer coisa, mesmo um barulhinho ínfimo)
•Desconfiar de tudo umas dez mil vezes antes de cogitar confiar em alguém ou em algum lugar. Vai que é um monstro ou uma armadilha?
- Alguma cicatriz?
•Duas: Uma na mão, fina e escura, que adquiri do cão de minha madrasta (Com ênfase em ) e outra no braço, esse de um monstro durante minha fuga para o acampamento meio-sangue.
- Algo relevante?
•Tenho alergia a pelo de cavalo (Pobre Quíron. Tive alguns problemas quando ele se aproximou de mim)
•Toco piano e violino muito bem
•Sei falar espanhol e francês, além do inglês e do grego e de minha língua materna, o português
historia
- Pontos importantes de seu passado
•Eu era maltratado por minha madrasta, que não suportava a ideia de ter um enteado.
- Quais atividades você praticava pré-acampamento?
•Piano;
•Violino;
•Ilusionismo (Sério, meio óbvio né?)
•Curso de informática (Forçado)
- Como você chegou no Acampamento?
Recebi a escolta de um sátiro. Eu sempre fui bom com mágica. Na verdade, eu pretendia ser mágico profissional, por isso, havia me inscrito em um concurso para aprender mágica em Las Vegas, EUA. Foi então que recebi um telefonema. Era o agente do concurso, dizendo que eu havia passado no teste, e que deveria fazer as malas, pois ele viria me buscar. Eu já tinha tudo em ordem: Passaporte, malas, autorização por escrito... Tudo.Então, assim que o agente chegou, eu já estava do lado de fora de casa, com minhas coisas sobre a calçada. Primeiramente, eu o achei esquisito. Ele mancava, usava um chapéu de mafioso e um terno italiano.Mas, minha emoção falou mais alto. Assim que a porta se fechou, disparamos pela pista à uma velocidade alarmante; A enorme limusine ziguezagueava pelo trânsito. Pedi ao motorista para ir mais de vagar. Então, percebi qual, ou melhor, quais eram os problemas: 1) Eram três motoristas, 2) Eram três velinhas esquisitas e barulhentas, e 3)Eram três velhinhas esquisitas, barulhentas e com apenas um olho... Ao todo!
Berrei a plenos pulmões, enquanto o agente ao meu lado indicou o Lugar: Aeroporto de Congonhas.
A limusine se transformou em um táxi escuro e barulhento. O agente (Será que era mesmo um agente?) gritou algo sobre ir rápido, perigo, algo assim, que não pude processar, já que ainda estava apavorado.
O Aeroporto surgiu em nossa frente, mais perto do que imaginava. O meu acompanhante pagou as velhas com moedas douradas e descemos sem hesitar;
Bem, eu hesitei em entrar no aeroporto por imaginar que estava sendo sequestrado. Aquilo não podia ser um concurso de mágica! Isso eu pude concluir. Então, desviamos o caminho, indo para a pista de decolagem, onde uma biga grega estava estacionada. Os cavalos eram alados (Pégasos). Corremos até a pista. Chegaríamos bem, não fosse o enorme homem com corpo de leão (Manticora), que surgiu no caminho.
"O Semideus, Sátiro", disse o monstro.
"Nunca", respondeu o homem, tirando as calças e revelando (Céus!) pernas de bode. Tirou também seu chapéu, que escondia chifres. Ele era um sátiro.
"Como assim Semideus?", perguntei ao homem-bode.
"Agora não, meio-sangue. Eu distraio a manticora e você corre para a biga. Deve ter algum armamento no porta-luva",instruiu o sátiro.
Um porta-luva numa biga? Tá, por que não?
Fiz o que ele disse. O sátiro se jogou na direção do monstro, com um porrete de madeira na mão. Fui pelo outro lado. O monstro tinha espinhos na calda, e os arremessava contra o pobre sátiro. Seu porrete mais parecia uma maça cheia de cravas. Cheguei à biga com esforço. O monstro tinha me visto, chegara até a arremessar um espinho em mim, que só me arranhou no braço (Ganhei assim, minha cicatriz). Abaixei-me e abri o porta mala. De fato: Havia uma adaga e um vidrinho de um líquido verde. Peguei a adaga, mas hesitei no vidrinho verde. Algo naquele vidro fazia meus dedos formigarem. Não era um produto comum. Parecia... Mágico. Perigoso. Perfeito. Agarrei o vidro e me virei na direção da batalha. O sátiro estava suspenso no ar, sua arma atravessada pela calda espinhosa do monstro, levantando-o sem grande esforço.
"Solte-o", gritei.
"Nunca!", respondeu o monstro.
"Valeu, mas... Eu me referia ao sátiro", respondi.
O homem-bode largou o porrete e correu (Ou seria trotou?) até a biga, enquanto eu arremessava o líquido esquisito.
O pote explodiu na cara do monstro. Chamas verdes começaram a arder em todo o seu corpo. 
O sátiro subiu na biga e pegou as rédeas. Em dois minutos, já estavamos no céu, indo para "não-sei-bem-onde-mas-tomara-que-seja-seguro".
"Nunca mais faça isso de novo!", censurou-me o sátiro. "Sabe o que era aquilo?!"
Neguei com a cabeça.
"Fogo grego! Poderia ter explodido todo o aeroporto! Aliás, que campista maluco deixa um vidro de 500 ml de fogo grego no porta-luvas de uma biga?".
"Não sei, talvez um que é levado de casa por um homem-bode e é atacado por um homem-leão que o chama de Semideus", respondi, exigindo explicações.
O que ouvi era que eu era um Meio-Sangue: Meio humano, meio deus. Sendo assim, minha mãe que eu nunca conheci era uma deusa grega. 
Viajei até os EUA com aquilo em minha cabeça.
Pousamos no anfiteatro do Acampamento Meio-Sangue, onde fomos recebidos por uma onda de campistas curiosos e um centauro, Quíron (Assim que me aproximei, espirrei sobre meu braço, com violência. Eu tinha alergia a pelo de cavalo. Eu sempre espirrava se batia o arco do meu violino no rosto, por acidente, pois a corda dele é de crina de cavalo. Apesar do incidente, fui devidamente acomodado no Chalé XI, de Hermes, até a noite da fogueira, quando um sinal sobre mim anunciou quem era a minha mãe. A partir daí, minha vida mudou para sempre.

- Como foi sua infância?
•Não foi. Cresci com o meu pai, que se envolvera apenas uma vez com minha mãe. Ele me dizia que eu havia chegado em uma cesta, trazido por uma bela jovem, com trajes escuros. Na época, eu não sabia, mas se tratava de uma Lâmpade, uma ninfa de Hécate, que iluminava o caminho ao mundo inferior com sua tocha. Enfim, meu pai se casou com uma megera, que me odiava. Aprendi cedo a evitar cruzar com ela, por isso, fazia vários cursos. Aprendi mágica, que era o que eu fazia melhor: Truques de mágica e ilusionismo. Cresci bem, apesar de infeliz, até o dia em que fui escoltado pelo sátiro (Seu nome era Lino Pine) e me tornei um meio-sangue. Enfim, fui uma criança franzina e emburrada até minha vida recomeçar no Acampamento Meio-Sangue.
outras informações
-Sou Brasileiro, mas minha família têm descendência francesa;
-Meu pai provavelmente nem sabe que teve uma relação com uma deusa, muito menos que eu esteja em um Campus para semideuses. 
-Estou refletindo se não caço a Medusa e mando a cabeça de presente para a minha madrasta. Estou aceitando novas opiniões. Obrigado.
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Guilherme Antonius

Mensagens : 1
Data de inscrição : 16/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Josh Trincket em Sex 17 Jan - 12:10


Joshua Trincket

Hebe



18 Anos



Nova Iorque



Josh Hutcherson
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem?
Joshua é bem-humorado, despreocupado e confiante, embora saiba o momento em que deve permanecer humilde ou mesmo sem confiança. Suas piadas, intencionais ou não, fortalecem relacionamentos com uma intensa facilidade, e não é só seu exterior que faz as garotas suspirarem (embora em parte isso se deva a isso também), mas também sua pose de pessoa 100% confiante do que faz o que traz segurança a todos a sua volta. Embora isso, ele não é nem um pouco convencido e é irremediavelmente bondoso e compreensivo com todos à sua volta, independente de sua etnia, altura, peso, sexo, chalé, opção sexual ou inclusive a atual fama que corre no Acampamento. Dá uma importância exagerada aos seus amigos, o que faz com que às vezes fique em maus lençóis por eles. Procura sempre querer ajudar todo mundo. Abomina todas as formas de preconceito e dificilmente perde a calma.
- Qual sua aparência?

Tudo bem, tudo bem. Josh não é nem um pouco feio, inclusive é considerado bonito. Bem bonito... Enfim, ele mede 1,67 m, o que faz com que praticamente o Acampamento inteiro, de garotos e garotas, sejam maiores (bem maiores, em certos casos) do que ele. Entretanto, não é essa pose que Josh adota: o tal adquire uma postura impecável de um garoto alto e confiante, o que faz com que o fato de ser menor em estatura seja esquecido. Embora atarracado, Joshua tem músculos proeminentes de quando ajudava o pai na academia, sendo realmente muito forte, além de ter um rosto muito bonito quando ele não força fazer uma careta ou pose, angularmente quadrado e emoldurado, com cabelos castanhos e olhos cinzentos.
- Tem alguma mania?
Não.
- Alguma cicatriz?
Não.
- Algo relevante?
•Josh é bissexual desde os 16 anos de idade;
historia
- Pontos importantes de seu passado;
É verdade que a vida de Josh nunca foi exatamente normal, mas para um semideus, foi normal até demais. Desde que se entende por gente, Josh sempre fora criado pelo pai, um homem rígido, mas carinhoso e bem humorado, que trabalhava como professor de Educação Física sendo substituto ou personal trainer de alguém não muito exigente com treinadores famosos. Divertido? Não. Sem dinheiro? Com absoluta certeza. O apartamento em que ele e o pai viviam não dava nem pra meia pessoa viver. Estava praticamente caindo aos pedaços, o que compensava em um aluguel bem leve.
As coisas nem sempre eram fáceis. O déficit de atenção e o TDAH não importavam tanto, na realidade: quem se importa quando se é bonito? Bem, não era assim que Josh pensava, mas sim como os outros pensavam. Sempre detestou isso, mas o que importava era não permanecer inerte, e manter ele próprio vivo.
Josh teve sua primeira namorada aos 14 anos de idade, mas realmente só perdeu a virgindade aos 15 anos. Aos 16, ele surpreendeu a si próprio pedindo um garoto em namoro.
A mãe de Josh é um assunto intocável, que o pai se recusa a falar terminantemente, por motivos óbvios e esclarecidos agora.
- Quais atividades você praticava pré-acampamento?
Handebol (na escola), exercícios físicos, piano e culinária.
- Como você chegou no Acampamento?
Um assunto muito estranho para Joshua. Para ele, tudo não passou de um borrão, embora ele saiba que as coisas foram bem mais complexas e perigosas.
Era um dia comum, um sábado ensolarado. Ao sair da aula de piano, Joshua, com seus gloriosos e movimentados 17 anos, idade perfeita para sair da adolescência e encarnar um adulto mais sério, teria que ir correndo para casa ou levantaria suspeitas. Segundo o pai, “não ficava bem fazer aula de piano”. Tá bom... Era praticamente a única coisa que relaxava Josh! O que mais ele faria? Enfim, tudo corria como sempre correu: bem.
Note bem, não é algo comum chegar a um apartamento e ver um bicho alado enorme no meio da sua sala. Era algo tão atordoante que chegava a ser medonho. Não havia sinal do pai em lugar algum, e Josh estava prestes a entrar em pânico, quando o estranho bicho percebeu a presença do garoto, e assim, ele pôde observar a estranha aparência do monstro.
Tinha corpo de mulher, mas no lugar dos braços, havia asas lotadas de penas e penugens cinzentas. O rosto da mulher era macilento e sem cor, seu busto era simplesmente recoberto por um trapo imundo e esfarrapado. Ela fez um barulho entre um grasnado e um grunhido animalesco, mostrando dentes nada amistosos.
Ok, Joshua não sabia o que era aquilo. Só sabia que a estranha criatura não estava em sua casa querendo dar um amistoso bom dia para ele, e naturalmente, isso se confirmou com um rasante que passou perto até demais da cabeça do menino.
“Legal! Todos esses danos e ninguém me deu uma lição de como matar mulheres voadoras!”, Josh pensou. Não havia nada que pudesse usar ali na sala como arma, embora houvesse facas na cozinha. Infelizmente, o monstro parecia ter um mínimo de inteligência e bom-senso para impedir a entrada do garoto até o cômodo.
“Bom, se só pode ser assim...”, Joshua debateu em sua mente. Não havia nenhuma saída a não ser...
-Cai dentro, sua galinha depravada!
Não que o monstro mostrasse sinais de entender muito bem, mas não ficou feliz com o tom de Josh, e menos ainda quando o garoto pulou na criatura esmurrando seu rosto hediondo. Ela era maior que ele, mas, entretanto, note que ela não esperava um movimento desse tipo. Além disso, não esqueceremos que Josh faz academia há muito tempo.
A cozinha mostrou-se um mini arsenal de armas: o pai tinha fixação por coleções de facas, um hobbie que Joshua nunca entendera. Bom, isso não importava agora: abrindo a gaveta, pegou a primeira faca que lhe aparecera a frente e pulou novamente no ser malévolo, agora preparado para encarar o menino.
A partir daquele momento, tudo o que aconteceu foi realmente estranho e não passou de um relance. O monstro conseguira lhe tirar a faca da mão com um arranhão especialmente doloroso (embora, sejamos justos, ela tivesse ficado com um corte feio na perna esquerda). O que Josh tinha feito ali era confuso, quase como um instinto. Algo de dentro dele o guiou, embora ele não fizesse ideia do que. Só sabia que estaria perdido e morto ali e agora.
Estaria. Não estava.
Arriscando um olhar, o queixo de Joshua caiu. A bruxa estava praticamente sendo consumida por um amontoado de vinhas e hera venenosa (ao menos supunha que era). Buscando a fonte do acontecido, um rapaz aparentemente jovem, pálido e franzino, vestido como um adolescente comum, estava à porta, tocando uma flauta daonde saía uma melodia frenética e rápida. Por algum motivo, Josh tinha a estranha sensação de que a música era a origem das plantas que agora sufocavam completamente a monstruosidade.
O misterioso garoto fez uma pequena reverência e tirou seu gorro da cabeça, mostrando pequenas proeminências. Disse, parecendo achar graça do assombro de Joshua:
-Seu pai me contatou, desculpe a demora. Lutou bem, Josh, essa harpia deve ter sentido seu cheiro apenas. Sou Stillam, um sátiro, e vim leva-lo para o Acampamento Meio-Sangue. Calma, calma... – Disse ele, vendo minha expressão incrédula e confusa – Explico tudo no caminho.
- Como foi sua infância?
Não podemos dizer que foi uma infância realmente ótima, mas Josh realmente nunca se importou. Ele aprendera culinária desde pequeno, porque caso dependesse do pai, eles comeriam pizza congelada e macarrão instantâneo todo dia. Quanto ao piano, todo fim de semana dito que “iria treinar na academia” era secretamente destinado para aulas de piano cujas Josh se interessou, gastando praticamente todo seu salário com elas. Bem, ao menos é mais fácil ler partituras do que livros. Fora isso, a infância de Josh foi relativamente rígida e simples, sem praticamente nenhum mimo.
Outras Informações
•Josh nunca fumou e bebeu apenas uma vez, aonde ele literalmente se embriagou, se meteu na primeira briga que já fez e levou uma surra do pai no dia seguinte, pois ele claramente desconfiou;
•O pai de Josh está desaparecido depois do acontecido da harpia;
copyright 2013 - all rights reserved for larissa


Última edição por Josh Trincket em Sex 17 Jan - 12:32, editado 1 vez(es)
avatar
Josh Trincket

Mensagens : 16
Data de inscrição : 13/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Hanna S. Thermopolis em Sex 17 Jan - 12:28


Hanna Stark Thermopolis

Nyx



18 Anos



Roma, Itália



Molly Quinn
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem?

Qualidades: É corajosa, simpática, sincera e carinhosa. Além de super inteligente e romântica, protege quem ama e destrói quem odeia. Sempre teve tudo que quis.Além de sempre ter o que quis, é humilde. Cozinha bem e é ótima líder. Não teme a nada. Sempre mentiu muito mal. Honesta e muito sapeca. E morre de medo de desapontar seu pai com coisas pequenas ou piores.
Defeitos: Arrogante, prepotente, sincera demais

Além das citadas, é fria, calculista, determinada, ambiciosa e focada. Nunca deixa nada nem ninguém impedir lhe de conseguir o que quer, e faz o que é preciso para isso, incluindo trapaças e assassinatos. Apesar de ser bondosa na maioria das vezes, é sádica, não tem nenhum arrependimento pelas pessoas que mata quase sempre, exceto quando se trata de crianças.

- Qual sua aparência?

Uma garota ruiva de 1.65, com um peso considerado esbelto para a idade, lábios rosados, rosto pequeno, um sorriso sempre estampado no rosto, bochechas rosadas, olhos azuis pequenos. Pálida, quase branca

- Tem alguma mania?

Geralmente quando fica nervosa, enrola uma mecha de cabelo nos dedos, e quando fica ansiosa morde o lábio.

- Alguma cicatriz?

Não tem cicatrizes mas tem uma tatuagem no pescoço com a frase Smells Like Roses, My Angel, que fez em homenagem a sua mãe.

- Algo relevante?

Tem um caderno cheio de desenhos, além de ter um colar com um pingente de lua e um brinco de opala.
historia
- Pontos importantes de seu passado

É filha de um famoso escritor de best sellers de mistério, ação, suspense e assassinatos que vive em Roma, ele tem geralmente, não muito tempo livre pois, além de ser escritor é também um lorde de uma família italiana na Inglaterra, e todo o tempo livre que tem, passa com a filha ou escrevendo seus livros, coisas que ela ajuda a fazer também.

- Quais atividades você praticava pré-acampamento?

Vôlei, taekwondo, jiu jitsu, caratê, dança, arco e flecha, canto, teatro, pintura, aulas de idiomas variados e etiqueta, tudo segundo seu pai, para se tornar uma dama da sociedade italiana e inglesa.

- Como você chegou no Acampamento?

Cheguei ao acampamento quando tinha 16 anos e era época de pensar em faculdade, procurava uma boa faculdade para estudar quando uma harpia apareceu me atacando, e uma garota bronzeada, morena e de olhos azuis matou o bicho, revelando assim que eu era semideusa, liguei para meu pai na mesma hora e ele me confirmou as palavras da morena, assim fui levada para o Acampamento Meio Sangue, onde fui descobrir que era filha de Nyx, a deusa da noite.

- Como foi sua infância?

Minha infância foi a mais comum possível, eu treinava para ser uma dama da sociedade e ajudava meu pai com os livros, estudava na Itália na melhor escola, e passava o máximo de tempo de possível com meu pai. Além de meu pai, meu exemplo materno e que me criava com ele, por conta dele ser também além de ocupado, um palhaço, era minha avó Sophie. E assim fui criada pelos dois, até os dezesseis, quando fui para a América atrás de faculdade.

outras informações
- Prefiro Não Comentar
copyright 2013 - all rights reserved for larissa

_________________


Hanna S. Thermopolis
An Angel Sweet Girl But Bad? The Nightmare Of Night Tell Me, Who Are You? Your Dream? No
avatar
Hanna S. Thermopolis

Mensagens : 29
Data de inscrição : 16/01/2014
Idade : 23

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Athena em Sex 17 Jan - 13:03



Avaliação
Serão aprovados ou reprovados?



Guilherme Antonius:
Espere uma avaliação de Hécate.

Josh Trincket:

Ficha Aprovada! Parabéns prole de Hebe, sua ficha ficou ótima e bem elaborada, porém houve alguns erros ortográficos. Sua história é cativante e misteriosa. Seja Bem Vindo prole de Hebe.

Hanna S. Thermopolis:

Ficha Aprovada! Não possuo muito o que falar sobre a sua ficha, alguns errinhos insignificantes. História emocionante e crível. Merecida para u,ma prole de Nyx. Seja Bem Vinda prole de Nyx.


~tsc~

_________________

Athena
❛Athena❛Godness of Estrategy and Wisdom❜

credits @
avatar
Athena

Mensagens : 30
Data de inscrição : 23/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Lucy J. Kurnova em Sex 17 Jan - 18:05


Lucy Jane Kurnova

Nix



19 anos



Londres



Scarlett Johanson
características física e psicologicas
- Em consequência das humilhações e torturas, mostra-se uma garota desconfiada. É uma pessoa que raramente abaixa a guarda, mas é capaz de se mostrar mais amigável. Carrega ainda marcas físicas da tortura: uma cicatriz na barriga em forma de uma lua com uma estrela. Muito resistente, se tornou uma garota forte e determinada. Quando estima uma pessoa, é gentil e carinhosa. Odeia mentiras e sempre procura consolar as pessoas, mesmo quando não as conhece. Busca ser o porto seguro daqueles que precisam de proteção e se ergue em defesa dos mais fracos e contra aqueles que inspiram crueldade. Mas quando não gosta de uma pessoa ou ela atrapalha os outros em beneficio próprio o por preguiça, se mostra uma pessoa fria e indiferente, até mesmo cruel. Mas engana-se quem acha que não gosta de amizades: a amizade é a coisa que a jovem mais estima e como tal sempre a procura. Se a semideusa confia em você, aqueles que tentam minar sua confiança podem ter problemas, porém a jovem não é cega: ela saberá caso você tente mentir a ela.

- Cabelos loiros quase chegando ao cinza, olhos azuis e pele clara. Ao contrario de sua alma, sua aparência denota beleza e suavidade. Costuma usar roupas escuras e não gosta das duas marcas que tem: uma cicatriz de lua e estrela na barriga e uma espada cruzada com uma foice nas costas da mão esquerda, o que faz que ela sempre use luvas também. Fora isso, tem uma aparência normal.
historia
O único lugar seguro eram os sonhos. Protegida de tudo e todos, seus irmãos e primos cuidavam da jovem maltratada. Sempre sendo agredida pela madrasta e primos, ficou aliviada quando eles se foram. Mas mal sabia ela que se foram para sempre. O homem de madeixas claras e olhos tão azuis quanto os dela sempre conversava com ela. Possuía asas e não parecia ser algo... Luminoso. Mas ela não temia: tinham a mesma natureza. Estava sendo preparada. Sua alma estava tranquila. Quando seu pai finalmente notou que ela preferia dormir a ficar acordada e tinha sinais claros de tortura, determinou: nunca mais aquelas pessoas entrariam em contato com ela. Perdeu os amigos também, pois quem queria se relacionar com alguém filha de um dos chefes da mafia. Por fim, isolada e sem esperanças, o acampamento a acolheu. Monstros a seguiam, desde harpias até as arrai. Lagrimas de sangue e caos. Um após o outro foi cuidadosamente morto e a jovem foi levada ao acampamento por uma garota de madeixas escuras e olhos marcantes. Fora enviada pelo irmão dela, segundo ela. Protegida e escoltada por uma criança. Um corvo e um cão infernal. Uma foice. As lembranças ainda eram vividas. Agora entendia porque era torturada e humilhada: não podia saber que era importa e, tão pouco, que dois primordiais haviam se interessado na jovem, que a queriam ao lado deles como serva. Uma pessoa marcada para algo grande, mas que não era a hora de saber. Tanto as profundezas do tártaro quando o vácuo sombrio deveriam esperar. O sacrifício de vida não fora feito, então não era a hora do renascimento como princesa das trevas, como o lado sombrio da semideusa. A caçada fora iniciada.
outras informações
- Deixei a brecha na historia para as possibilidades de grupo extra, só para esclarecer.
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Lucy J. Kurnova

Mensagens : 31
Data de inscrição : 16/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Zackary Matthew Dennis em Sex 17 Jan - 18:15


Zackary Matthew Dennis

Atena


16



Londres



David Henrie
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem :
Zack sempre foi um garoto calmo, tranquilo, porém muito confiante, sempre foi decrito pelos parentes como travado, ou até mesmo anti-social, mas a questão era outra, o jovem sempre pensava antes de fazer qualquer coisa, algumas vezes, acaba pensando de mais e imaginava que as pessoas os maltratariam, por isso nunca se interessou muito em fazer amigos.
- Qual sua aparência :
Cabelos curtos e castanhos, olhos azuis com alguns traços negros, Zack sempre foi um pouco grande demais para sua idade, causando muitas vezes duvidas em que o olhava, parecia que era mais velho por suas feições duras e sérias, era muito raro ver o jovem sorrindo, seus cabelos sempre se encontrava bem aparados e penteados em um pequeno topete .
- Tem alguma mania :
Toda vez que se encontra ansioso, ou até mesmo desconfortavel,o jovem fica passando a mão pelos cabelos, geralmente somente a parte de cima do topete.
- Alguma cicatriz :
Nenhuma
- Algo relevante
Não
historia
- Pontos importantes de seu passado
Criado por um professor de anatomia humana, Zack sempre foi uma criança educada e muito calada, quando menor, passava o dia na faculdade com o pai, já que o mesmo não tinha dinheiro para contratar uma babá para o mesmo, Zack sempre ficou, ou na sala do pai, sentado num canto, ou na sala dos professores, quando cresceu, não era o mais querido da sala de aula, sempre foi taxado como "Nerd" e coisas deste modo, aos quinze anos, já estava trabalhando, em uma biblioteca, claro que era um trabalho de meio periodo, mas ele adorava, mas se tinha algo que ele mais adorava, era passar o fim de semana ouvindo o pai lhe ajudar com os trabalhos de casa, o único momento que passavam juntos.
- Quais atividades você praticava pré-acampamento
Baseball
- Como você chegou no Acampamento :
Foi levado ao acampamento aos quatorze anos, quando foi atacado por uma criança extremamente grande, antes que pudesse ver quem era, seu professor de linguas estrangeiras o puxou para o lado de fora da sala, lhe explicou tudo enquanto iam ao estacionamento, a unica frase que foi dita por Zackary foi : ""Por isso que você era um péssimo professor..." Sinceramente, nada do que saiu da boca de seu professor fez muito sentido, mas ele prefiria acreditar que a mãe era uma Deusa , do que acreditar que foi apenas um caso de seu pai.
- Como foi sua infância :
A infância de Zack não foi uma das piores, se quiser saber, foi até boa, nunca passou fome, sempre teve seu pai nos piores momentos, sempre que chegava chatiado da escola, seu pai estava ali, mesmo cansado, ele o abraçava, então ele sabia que estava tudo bem, foi levado muitas vezes a faculdade de seu pai para passar as tardes sem aula, mesmo muito pequeno, ele prestava atenção nas aulas do pai, sem entender quase nada, mas queria no minimo saber do que se tratava,bom, o pai de Zack foi um grande pai e uma grande mãe .
outras informações
- -----
copyright 2013 - all rights reserved for larissa

_________________

King ?

Yes ! Maybe ....
i'm the king...
credits @
avatar
Zackary Matthew Dennis

Mensagens : 6
Data de inscrição : 17/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Thanatos em Sex 17 Jan - 18:31

Lucy - Aprovada, gostei bastante da ficha.

Zack - Aprovado, gostei bastante da ficha 'Nerd"

_________________


Thanatos
The Death | Hécate ♥️ | Cool Guy

credits @
avatar
Thanatos

Mensagens : 28
Data de inscrição : 01/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
0/0  (0/0)
MP:
0/0  (0/0)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Leeloo P. Kriskahn em Sex 17 Jan - 20:36


Lorenna{Leeloo} Phoux Kriskahn

MELINOE



16 anos



Las Vegas



Ashley Greene
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem? Leeloo é uma garota irriquieta, que busca sempre passar despercebida, mas nem sempre isso é possível. Como toda prole de Melinoe, é um tanto anti-social, monossilábica e taciturna. Prefere travar suas batalhas verbalmente, usando o sarcasmo, ironia e por vezes chantagem, para acabar com o inimigo. Porém, se for necessário, ela não decepciona nas batalhas corpo a corpo, o que ajuda bastante é o fato de se desligar das emoções. Não gosta de perder, faz de tudo e mais um pouco para sair por cima, sendo bastante competitiva e um pouco arrogante. Despreza aqueles que julga serem mais fracos que si, detesta autoridades em geral, ignora aqueles que lhe subestimam. Apesar de todos os pesares, a garota se enturma com certa facilidade, não nutre afeto por nenhuma pessoa ou qualquer tipo de sentimento 'bom'. Devido ao passado problemático, frequentemente ela se isola, normalmente é nessas horas que as emoções estão prestes a explodir. Fria, irônica e cruel, além de manipuladora. São essas as palavras que melhor podem definir a garota, Lorenna não é uma boa pessoa, não confie sua vida à ela.

- Qual sua aparência? Uma rapariga de longos cabelos cor de chocolate que caem em ondas até metade de suas costas, seus olhos possuem uma coloração azulada, puxando mais para o cinza. Misteriosos e analisadores, eles lhe tentam a tentar desvendar seus mistérios, mas saiba que jamais irá conseguir tal feito. Possuidora de uma pele alva, tão branca quanto a neve, as olheiras frequentes se destacam com grande intensidade. Seu corpo é belo, sendo magra e possuindo curvas sinuosas, nada comparado às filhas de Afrodite, mas ainda assim bela. Suas feições são delicadas, lembrando uma boneca de porcelana, tudo nela exala uma certa tristeza.

- Tem alguma mania? Toda vez que se vê perto de um hospital ou freira/padre, a garota simplesmente surta, torando-se uma grande ameaça para aqueles que estão perto de si. Fumar e beber são um passatempo.

- Alguma cicatriz? Sua pele a tempos era imaculada, porém, hoje é marcada por inúmeras cicatrizes, marcas de um passado turbulento. As maiores cicatrizes se encontram em seu pescoço e costas, tendo um X no pescoço decorrente de um corte feito à faca. Em suas costas, riscos incomuns e desconexos, não são nadas bonitos, mas felizmente não se tornaram avermelhados ou nada do gêneros, apenas linhas finas e brancas. Grandes assas pretas seriam desenhadas afim de esconder as marcas.

- Algo relevante? No, to de boa qq
historia
- Pontos importantes de seu passado
- Quais atividades você praticava pré-acampamento? Fugir conta?
- Como você chegou no Acampamento? Lorenna foi guiada pelas mesmas vozes que ouvia, vez ou outra um espírito aparecia lhe instigando a continuar. As vozes e espíritos que estavam sempre lhe cercando, guiando-a entre as cidades desconhecidas, como a menina estava em um tipo de transe, ela não tinha plena consciência para onde estava indo, ela apenas queria descansar. Armada com um bastão de beisebol, ela atravessou o país, quanto mais próxima ficava de seu destino final, com mais frequência enxergava os espíritos e estes mais frequentemente lhe ajudavam. A menina apenas andou, andou e andou, até chegar ao Acampamento. As semanas que a viagem durou são confusas e na maior parte imagens sem nexo.
- Como foi sua infância? Lorenna não conheceu o pai, apenas sabe que este lhe deixou no orfanato com poucos dias de vida. Diferente de muitas crianças, jamais quis conhecer o pai, jamais nutriu nenhum tipo de sentimento sobre ele. O orfanato ao qual foi entregue era comandado por freias, estas muitos ríspidas e conservadoras, mantinham o orfanato a mão de ferro. Desde pequena a garota enxergava-os, ouvia-os e tocava-os, ela falava com eles e estes respondiam, contavam segredos que jamais podiam ser revelados. Nos primeiros anos de vida, a menina era vista falando sozinha, as freias no inicio não deram importância, pois era comum crianças terem amigos imaginários, porém, com os passar dos anos ela continuava do mesmo jeito. Certa vez, quando tinha uns oito anos, um irmã lhe questionou sobre os 'amiguinhos' que via, a menina sem ver mal algum, respondeu todas as perguntas da mulher. Na noite seguinte, o fato se repetiu, a irmã era cada vez mais cruel e curiosa, a menina já começava a sentir-se irriquieta com a presença da velha senhora, mas respondia a todas as perguntas. Duas semanas se seguiram, todos os dias a irmã buscava pela menina, no final de 14 dias a mulher decretou: a menina está possuída, ela alega enxergar forças das sombras. Lorenna a partir daí descobriu o que era dor, todos os dias as freias tentavam exorcizar a menina, quanto mais tentavam, mais a menina passava a enxerga-los. As seções de exorcismo não eram anda agradáveis, ela primeiro foi isolada das outras crianças, depois não podia comer ou beber, para logo em seguida ser eletrocutada e ter as costas cortadas com um chicote. As seções duraram vários anos, quanto mais tempo se passava, as freiras temiam que não fosse possível salva-la, a essa altura portas se abriam sozinhas, janelas batiam e seus vidros se quebravam, as forças do mal ganhavam forças, era isso que diziam. Em seus doze anos, as freias desistiram, a menina que sempre chorava, agora tinha uma língua afiada e graças aos sussurros dos espíritos ameaça as irmãs com segredos profundos, seus olhos já começavam a adquirir uma cor estranha, como se fosse de outro mundo. Cansadas de tentar e prontas para desistir, estavam prontas para um ultimo exorcismo onde a menina morreria ou seria salva, porém quando se preparavam para começar o ritual, a policia invadiu o orfanato- junto com homens de branco que diziam-se médicos. Lorenna não sentiu alegria ou tristeza, ela já não sentia da mesma forma. Quando as coisas pareciam melhorar para o lado da pobre menina, ela fora mandada de inferno para o outro, os médicos diziam que ela era esquizofrênica, mas sabiam que ela realmente tinha algum poder psíquico. Curiosos submetiam a garota a diferentes testes, um pior que o outro, tudo para que ela utiliza-se de seu 'poder' para escapar. A cada dia, ela perdia mais sua lucidez, suas garras e língua perdiam a força, mas ela jamais perdeu a visão, as vozes e as pessoas estavam sempre ali, zelando por si. Ela sabia que a culpa de tudo isso era deles, mas não conseguia odia-los, cada molécula de seu ser dizia: você é diferente. Kriskahn manteve-se firme, seus poderes iam evoluindo com o passar dos anos, certa vez uma enfermeira, ainda jovem e docíl, perguntou-se seu nome.
- Sou Leeloo.- disse com a voz rouca.
- Aqui diz, que seu nome é Lorenna.- retrucou docilmente a mulher.
- Eu já fui Lorenna, mas hoje sou Leeloo.- sua voz não hesitou, não havia dúvidas e, por meses aquele foi seu momento de maior lucidez.- Leeloo é uma garota que não conhece seu fututo, mas deseja esquecer o passado. Enquanto Lorenna chora pela dor, Leeloo sorri e se mantem firme, ela não sofre, porque ela não sente. Eu sou Leeloo.  
Leeloo com seus 15 anos já completos, sofria calada, todos os dias quando lhe forçavam a fazer qualquer coisa, a menina se recusava e não recuava perante a ninguém. Certo dia, ela cansou, os espíritos nesse dia sorriam falando que finalmente chegara a hora. Sem questionar, sem pensar,  apenas guiada por seus instintos ela escapou da clínica. Não fora uma fuga fácil, tampouco pacífica, com as mãos e roupas hospitalares manchadas de sangue ela foi para as ruas, ela começou a viver.
outras informações
- Aqui outras informações que julgue importantes
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Leeloo P. Kriskahn

Mensagens : 5
Data de inscrição : 16/01/2014
Idade : 20
Localização : Não sei D:

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Melinoe em Sab 18 Jan - 8:42

Ficha de Reclamação
Avaliação e Atualização


Leeloo P. Kriskahn: Aprovada! Sua ficha foi minunciosamente detalhada, adorei sua forma de escrita. Pouquíssimos erros visíveis, porém, irrelevantes. Bem vinda, filha de Melinoe!
~tsc~

_________________

Ghost Queen
avatar
Melinoe

Mensagens : 40
Data de inscrição : 02/11/2013
Idade : 33
Localização : Caverninha. sz

Ficha Meio-Sangue
HP:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)
MP:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Thimoty Manrrue Mintiy em Dom 19 Jan - 12:10


Thimoty Manrrue Mintiy

Afrodite



18



França



Adam Gallagher
características física e psicologicas

Jovem muito doce e gentil, educado e compassivo, prestativo e inteligente, mas nem sempre é assim, só demonstra tais características com quem se mostra ser educado também, não se mostrar ser oque realmente é, uma pessoa rancorosa que guarda magoas de pessoas que fazem algo de ruim ao mesmo , é vingativo e frio, mas prefere somente mostrar as primeiras características, mas algumas vezes, deixa escapar tais características ruins.
Olhos verde claro, cabelos negros e bem aparados, corpo normal para sua idade, sem muitos músculos, alto, aproximadamente um metro e oitenta e cinco centímetros, deixa a barba ficar por fazer somente para ficar espetando, nunca mais do que isso, sua pele é branca clara, somente ao redor dos olhos se pode notar poucas olheiras.
- Tem alguma mania ? --
Somente uma, que pega do fim do pulso até o ante-braço.
- Algo relevante? ---
historia
-Filho de um empresário de sucesso com uma mulher desconhecida, seu pai nunca fala dela, não gostava de citar coisas de seu passado com tal mulher, só dizia que Thimoty tenha os olhos dela e nada mais, eles moraram na frança por toda a infância de Thimoty, mas se mudaram para Nova York por causa do trabalho de seu pai.  

O jovem costumava praticar natação no clube em que freqüentava com o pai, até ser expulso por ser flagrado três vezes com uma de suas "amigas" na piscina, digamos que o clima tinha ficado um pouco acima do nível normal de amizade .

Thimoty chegou acampamento sendo, praticamente, carregado por seu sátiro, ele havia desmaiado quando descobriu que era um semi-deus e que sua namorada estava prestes a devorá-lo, ao abrir os olhos , ele estava com seu melhor amigo, Dean, que estava dirigindo em alta velocidade pela estrada e entrando no meio de uma floresta, Thimoty ainda estava um pouco tonto com tudo o que acontecerá,  ao sair do carro, teve que se apoiar aos ombros de Dean para passar pela barreira.

A infância de Thimoty foi muito complicada, pela ausência do pai e a falta da mãe, ele não entedia o por que de todos seus amigos terem uma mãe para qual dar presentes no dia das mães e ele tinha que fazer diferente para entregar ao pai, que nunca deu muita importância para os presentes, nem mesmo os de dia dos pais, na adolescência,ele se tornou rebelde, saia da escola sete horas e só chegava em casa as onze, seu pai só foi notar isso, quando recebeu uma ligação em seu escritório , seu filho tinha ido para no hospital depois de uma briga de rua e estava com um corte profundo no braço,para Thim, aquele foi o único momento que sentiu que seu pai se importava com ele.
outras informações
- Por estudar em escolas particulares, o mesmo sabe falar três linguas fora o ingles, dentre estas estão o Russo e o Francês, é um ótimo pianista.
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Thimoty Manrrue Mintiy

Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Athena em Dom 19 Jan - 12:30



Avaliação
Serão aprovados ou reprovados?



Thimoty Marrue Mitiy:

Parabéns filho de Afrodite, sua história é comovente e emocionante. Alguns erros de ortografia atrapalharam a leitura. Porém nada de grave... O que se escreve separado, mas sem delongas... Seja Bem Vindo filho de Afrodite. Poste no tópico a seguir para pedir os seus presentes: http://demigods-rpg.forumeiros.com/t74-presentes-dos-filhos-de-afrodite



~tsc~

_________________

Athena
❛Athena❛Godness of Estrategy and Wisdom❜

credits @
avatar
Athena

Mensagens : 30
Data de inscrição : 23/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Dixirella em Dom 19 Jan - 18:16


Dixirella




Não possui.



Lago



Lyndsy Fonseca
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem?
Ela é engraçada e divertida, adora conversar com alguns semideuses que chegam perto do lago mas é um pouco rígida e protetora. É orgulhosa e adora presentear os filhos de Poseidon. É fofa mas odeia quando chamam ela assim, seu apelido é conhecido como Dixi.
- Qual sua aparência? Possui longos cabelos ondulados e castanhos escuros. Olhos verdes que te hipnotizam, completando com sua beleza. Não é alta, nem baixa, estando na média. Suas bochechas são avermelhadas e seu rosto é angelical.
- Tem alguma mania? Não.
- Alguma cicatriz? Não.
- Algo relevante? Não.
historia
Em uma manhã ensolarada, havia algumas Náiades dentro do Lago em forma de círculo, enquanto as Dríades estavam ao lado de suas árvores acompanhadas de Sátiros, os semideuses estavam perto dos Estábulos, observando tudo de longe. Uma feixe de luz apareceria no meio das Náiades, amostrando uma pequena Náiade que acabaria de nascer, ela tinha uma pele um pouco azulada devido ao nascimento e estava fria feito gelo. As Náiades levaram-na até a grama e vestiram-na com um vestido curto com cor meio verde-água e babados em baixo com uma coloração cinza, puseram um diadema com enfeites de algas marinhas em cima da cabeça de Dixirella e deram-na a benção de uma Náiade.
Depois de alguns dias, ela saía de dentro d'água para sentar em uma pedra e pentear com sua escova feito com flores de Lótus o seu cabelo. Era o que ela mais fazia e cantava algumas canções como uma poesia, feita por ela mesma.
outras informações
Fiquei muitas vezes em dúvidas, mas fiz a ficha com o que eu entendi.
copyright 2013 - all rights reserved for larissa

_________________

it's  dixirella, bitch
Oh, losing him was blue, like I'd never known Missing him was dark gray, all alone Forgetting him was like trying to know somebody You never met 'Cause loving him was red
avatar
Dixirella

Mensagens : 2
Data de inscrição : 19/01/2014
Localização : Onde o Sol estiver iluminando o Lago, onde o som da Natureza é estável e quando o Lago estiver limpo e que todos os encantos da Natureza estiver presente. Estarei lá.

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Mirko Reus em Dom 19 Jan - 18:44

her name is Mirko Reus

MELINOE



16 ANOS



Marseille



JARED PADALECKI
características física e psicologicas


- Qual a personalidade do seu personagem?

Mirko possui a personalidade idêntica ao de qualquer um apostador da cidade de Las Vegas. Ele é impulsivo, não ta nem aí para o que as pessoas acham dele e não se importa com elas. O garoto fuma desde os 15 anos, mas apenas cigarro comum. É desleixado e preguiçoso, sempre tenta transferir suas tarefas para outra pessoa, porém pode mudar totalmente de personalidade ao lado da pessoa certa.

- Qual sua aparência?

Não está nem aí para a sua aparência, mesmo sendo bem bonito. Não é alto, mas também não é baixo, ele se encontra exatamente no meio termo. Seus olhos são azuis como a água do mar, seu cabelo é loiro e curto, é magro e tem uma pele branca como a neve.

- Tem alguma mania?

Gosta de esculpir madeira usando uma pequena faca que sempre está em seu bolso.

- Alguma cicatriz?

Não

- Algo relevante?

Não
historia
- Pontos importantes de seu passado

- Quais atividades você praticava pré-acampamento?

Trabalhava em um cassino de Las Vegas e em um parque de diversões.

- Como você chegou no Acampamento?

Era um dia normal no cassino, Mirko observava atentamente todas aquelas apostas, ele queria participar delas, mas não tinha nada para apostar, não tinha nem mesmo uma casa, ele morava em um pequeno quarto no fundo do cassino. Tudo parecia extremamente normal até que alguém puxou um dos seus braços e fez com que virasse bruscamente.

- Q-quem é você? – perguntou Mirko meio tonto. Na sua frente estava um homem encapuzado e magro. Ele usava um chapéu que
cobria quase todo o seu rosto, possuía cabelos longos e negros.

- Quem sou eu? Bem não interessa, agora vamos. – disse o homem de chapéu puxando o garoto.

- Ei me solta! Eu não vou com você, eu quero ficar aqui e fazer apostas. – protestou o garoto empurrando o homem de capuz.

- Ora,ora, você gosta de apostas né? Então vamos apostar, se eu ganhar, você vai comigo para o Acampamento, se você ganhar eu te dou 500 doláres, você escolhe a modalidade, fechado? – falou o encapuzado enquanto tirava várias notas do bolso.

Era uma aposta arriscada, mas era muito dinheiro. Depois de algum tempo o garoto assentiu com a cabeça e disse:

- Vamos decidir nos dados, você escolhe um número e joga o dado, se o dado mostrar o número que você escolheu, a vitória é sua.

Os dois foram a uma pequena mesa vermelha que se encontrava desocupada, pegaram um dado e começaram a jogar. O primeiro a lançar o dado foi Mirko, ele tinha um ótimo truque para esse jogo, um velho apostador tinha lhe ensinado como manipular os dados e ele pretendia usar isso para ganhar. Escolheu o número 6, que era o seu número da sorte. Lançou o dado enquanto abria um sorriso travesso. Para sua surpresa, o seu truque não funcionou e o dado mostrou o número 1. Como isso era possível? Esse truque era infalível. A expressão em seu rosto mudou, o sorriso desaparecerá completamente. O seu destino agora estava na mão de um desconhecido. O homem até então desconhecido pegou o dado, ele também escolheu o número 6. Sem pensar duas vezes ele lançou o dado, seus dedos se mexiam freneticamente e pareciam estar controlando o objeto que havia sido lançado. Ao olhar para o dado a expressão de Mirko era de medo.

- Bem, parece que eu ganhei. – disse o vencedor da aposta.

Depois disso, Mirko descobriu que era um semideus, que monstros existem e que o homem estranho na verdade era um Apostador de Tique, seu nome era John e então os dois foram para o Acampamento.

- Como foi sua infância?

Mirko viveu em Marseille até os cinco anos de idade, até que ele e seu pai decidiram fazer uma viagem para conhecer a famosa Las Vegas, infelizmente durante a uma visita ao Cassino La Vida, ele acabou se perdendo de seu pai. Então ele falou com o dono do local que deixou com que ele morasse ali com uma condição: ele teria que trabalhar no local.

outras informações
- Aqui outras informações que julgue importantes
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Mirko Reus

Mensagens : 18
Data de inscrição : 24/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Annabeth Westmach em Seg 20 Jan - 18:35


Annabeth Westmach

Athena



16



Kansas



PHOTOPLAYER
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem?
Positivas: Alegre gosta muito de brincar , se empenha muito nos estudos , é muito eletrica sempre tem que estar fazendo alguma coisa.
Negativas; é muito temperamental , ciumenta , gosta que tudo que ela pedir seja feito na mesma hora.
- Qual sua aparência?
Loira cabelos longos , olhos azuis magra mais ou menos 1,65 de altura , lábios levemente rosados , peitos durinhos e redondinhos.
- Tem alguma mania?
Sempre que fica nervosa ela começa a falar sem parar.
- Alguma cicatriz?
Nenhuma
- Algo relevante?
Ela é bixesual
historia
- Pontos importantes de seu passado
Ela fugiu de casa aos 10 anos porque sua madrasta batia muito nela , apesar de tudo encontrou uma família relativamente feliz que a acolheu das ruas e a criou ate os 15 anos
- Quais atividades você praticava pré-acampamento?
Escriba, arco e flecha, vólei, basquete,vários tipos de luta ,  natação , canoagem, canto, pintura , teatro,alpinismo
- Como você chegou no Acampamento?
Cheguei quando completei 16 anos , avia encontrado uma família mais na verdade eles eram um sátiro e uma  náiade logo que me encontram se encarregaram de me trazer para o acampamento,  mais ao longo do caminho apareceu um cão infernal que matou a náiade só ficando o sátiro encarregado de levar a semideusa para o acampamento , depois de dois dias de viagem chegamos ao acampamento.
- Como foi sua infância?
Foi difícil uma madrasta que me batia muito, meu pai era muito ausente por ser um professor de uma faculdade, e quando chegava em casa nem dava muita bola para sua pequena filha, cresci entre muitas dificuldades.
outras informações
- Aqui outras informações que julgue importantes
Não
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Annabeth Westmach

Mensagens : 5
Data de inscrição : 20/01/2014
Idade : 21
Localização : Chale nº 6

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Melinoe em Seg 20 Jan - 19:05

Melinoe escreveu:
Ficha de Reclamação
Avaliação e Atualização


Dixirella: Aprovada! Notei uns erros na sua ficha, mas nada que não possa ser reparado com o tempo. Rápida, fiz uma ótima leitura, pois não me cansou e me prendeu à ela. Parabéns!

Mirko Reus: Aprovado! Você literalmente fez sua história. Uma narração um tanto cansativa, eu digo, mas se procurar reler antes de postar, pode reparar esse erro. Contudo, irei te aprovar por conta da sua escrita e criatividade.

Annabeth Westmach: Aprovada! Não tenho muito o que falar da sua ficha. Bem resumida, uma escrita relativamente boa. Notei erros, mas nenhum tão gritante. Enfim, bem vinda!
~tsc~

_________________

Ghost Queen
avatar
Melinoe

Mensagens : 40
Data de inscrição : 02/11/2013
Idade : 33
Localização : Caverninha. sz

Ficha Meio-Sangue
HP:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)
MP:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Niklaus A. Wittelsbach em Qui 23 Jan - 5:09


Niklaus {Aiden} Wittelsbach

ARES



17



NEW ORLEANS



JACK O'CONNELL
características física e psicologicas

- Niklaus é um rapaz solitário, livre de sentimentos e cruel, além de agressivo. Se ele gosta de ser assim? Não, mas também não se importa, são essas características que o tornam único. Clichê? Bem, aí é você quem decide, o fato é que Klaus não se importa com nada, ele não sente absolutamente nada, mesmo. Sua alma é um vazio negro, sua mente é agitada e imprevisível. Pudera, com tanta coisa que o rapaz havia passado na infância, não era surpresa ele ter desenvolvido uma personalidade assim. Mas aquilo não era o real motivo, não mesmo. Em sua mente, ele sabia que havia sido moldado por algo maligno, havia sido feito pelo caos, pelo sangue de inocentes. Nik tem algo dentro de si que devora seu lado humano a cada minuto, tornando-o quem ele é.

- Olhos azuis e penetrantes, chamativos, se igualando ao azul do mar do caribe. Cabelos desarrumados, rebeldes e castanhos, o rapaz não é fã de novos cortes, por isso sempre teve seu cabelo desse jeito. Seu físico é invejável, músculos, bíceps, tríceps, bem definidos, por conta dos exercícios físicos que pratica. No mais, não há o que detalhar, possui um corpo normal para um garoto de dezessete anos.

- Apesar de sua personalidade incomum, o jovem Wittelsbach tem lá sua única qualidade. Sempre que possível, o rapaz dedica um pouco de seu tempo à arte, criando desenhos e pincelando, algo que ele tenta manter em segredo.

- Quando criança, sua mãe o castigava com surras de cinta, em suas costas haviam as marcas de tal brutalidade. Outra cicatriz, uma visível em seu rosto, era a que cortava parte de sua sobrancelha. Seu avô era o homem mais cruel que ele conhecia e que quase o deixara cego.

- Não.
historia
- Pontos importantes de seu passado

- Por conta da riqueza da família Wittelsbach, havia em na mansão uma ala especial, feita para lutas e treinamentos. Desde pequeno ele acompanhava quem passava por ali, desde desconhecidos até grandes lutadores da história. Então, ele havia se acostumado a lutar por distração, além de aprender estilos de luta como karatê.

- Oh, isso mesmo, pequeno abutre. Você fez um belo trabalho aqui... agora rasgue a garganta!, a maldita voz rouca em sua cabeça o incitava a terminar o que havia começado. Havia sangue por toda parte, corpos mutilados e uma cabeça decepada, servida numa bandeja. Klaus havia servido em vários pratos, diferentes partes do corpo de todos os serventes daquela mansão. Mas a que mais chamava a atenção era a cabeça do jardineiro, com os olhos arrancados e totalmente coberta por sangue. Preso à uma mesa, Giuseppe, seu avô, choramingava feito uma criança, implorando para que o neto não o matasse, dizendo que lhe daria uma alta quantia de dinheiro. Porém o rapaz não escutava, ele ouvia apenas metade do que o velho dizia, em seguida a única coisa que ouvia era sua pulsação e respiração. O velho Wittelsbach chorava e cuspia sangue, em seu corpo haviam marcas de tortura e de lâminas.

Niklaus, por favor, há uma boa quantia em dinheiro reservada para você... — continuava Giuseppe, enquanto tentava se soltar, tentando não olhar aquela cabeça ensanguentada na sua frente.

Calado! Você realmente acha que eu quero o seu dinheiro insignificante, velho? Eu sempre esperei e desejei esse momento, desde pequeno, mas só agora ele me deu tal força e coragem para fazê-lo! — mais uma, duas, três lágrimas escorreram pelo rosto do tirano. A expressão facial do velho era pagável para ser vista, porém a mesma fora cessada quando ambos ouviram o som de algo quebrando. Vinha da sala ao lado. — Eu já volto para lhe servir o coração de quem quer que esteja conosco, meu querido avô.

O rapaz fora até a sala, onde havia rastros de sangue no chão e parede -- na verdade, quase toda a mansão estava daquele jeito, um verdadeiro cenário de terror. Junto do sangue, havia um vaso caído no chão, espalhados em vários pedaços. O telefone estava fora do gancho, alguém ainda estava na linha. Como ele imaginava, o maldito ou a maldita que estivesse ali havia ligado para a emergência. Ele mexia freneticamente a faca em sua mão, assobiando uma melodia qualquer que havia escutado, procurando pela pessoa. Dessa vez ele ouvia mais de uma respiração, além da dele. Era mais forte e deixava a entender que o intruso estava em pânico, vinha detrás do sofá. Aí está quem procuramos, pequeno abutre. A faxineira... como deixamos passar?, insistia a voz em sua cabeça. Ao perceber que havia sido achada, uma série de choros e gritos começaram, enquanto o rapaz a agarrava pelos cabelos e sorria.

Vamos dar uma olhada no velho Giuseppe, Sofia... — era esse o nome da mulher. Klaus se lembrava de todos os outros que havia matado: Jeremias, Gordon, Judith, Scarlett, Anna e Christiano. Como se esquecer? Ele havia escrito o nome de todos eles na parede, com o sangue que havia derramado e anotado em uma folha. Ela gritara ainda mais ao se deparar com o lugar que antes podia ser chamado de sala de jantar. — Aqui, meu avô... lhe trouxe um algo para acabar...[/i] — o rapaz escolheu seletivamente as lâminas em cima da enorme mesa e, sem hesitar, rasgou a garganta da servente, fazendo com que o sangue da mulher jorrasse no rosto do velho. Niklaus prensara o pescoço ferido da semi-morta na boca do avô, obrigando-o a beber o sangue. — com a sua sede!

Giuseppe tossira e cuspira o resto do sangue que havia em sua boca, enquanto o neto ria e jogava o corpo de Sofia no chão. Lavara a mão em sangue novamente, escrevendo na parede o nome: Sofia. Ela estava morta, era apenas mais uma. Faltava apenas o parente, aquele que infernizara sua vida desde pequeno. Não havia espaço para duas mentes cruéis, apenas ele prevaleceria. Estava prestes a acabar com aquilo, a voz em sua mente o incentivava ainda mais, no entanto algo dera errado. Ele esquecera de um detalhe pequeno, mas que iria acabar com sua vida a partir daquele momento. Em meio a tempestade, fora possível ouvir o som de sirenes, a maldita da servente havia conseguido dar o endereço. Policiais tentavam arrombar a enorme porta. Não havia tempo para assassinar mais ninguém, ele devia fugir ou provavelmente iria sofrer terríveis e grandes consequências. Aproveitara cada segundo e partira para a ala dos empregados, visando sair da mansão pelos fundos, o mais rápido possível. Fugiria pelas florestas e becos, daria um jeito, mas não deixaria que o pegassem, ainda havia muitas coisas para se fazer.

Voe, pequeno abutre, voe. Eu lhe mostrarei o caminho, apenas voe.... E então, depois daquela noite, a vida de Niklaus mudaria. Mal sabia ele o que lhe esperava. Após três malditas semanas fugindo, dando um jeito de sobreviver e convivendo consigo mesmo, ele havia encontrado um lugar. Não parecia seguro, de início, qualquer um poderia achá-lo, mas sentia-se familiarizado com ele. Era um acampamento de férias, vários garotos e garotas de sua idade pareciam felizes lá, embora ele odiasse o fato de que teria que conviver com eles. No entanto, seu mestre havia lhe mostrado o caminho e terminara ali, ele não desobedeceria nenhuma palavra. Ali seria seu próximo lar, o tal Acampamento Meio-Sangue.

- Uma infância sofrida. A ausência do pai era algo doloroso em sua vida, o pequeno Nik sempre sonhava em ter alguém que o ensinasse a andar de bicicleta, aprender sobre garotas e carros. Mas nada disso acontecera, nem mesmo com sua mãe Anastasia. Ela era uma verdadeira tirana, como o avô de Klaus, pensava apenas nela mesmo e sempre aparecia de namorado novo, fazendo viagens e esbanjando luxúria. O único contato relevante que teve fora com uma falecida empregada do avô, que morrera de câncer. Maria o ajudava nos momentos difíceis, cuidava dele como se fosse seu filho, mas tudo acabara naquela tarde, quando ele teve que presenciar o enterro da mulher. E ninguém se importava, nem mesmo os outros serventes, o avô ainda agradecia por não ter que vê-la novamente. Cresceu sendo castigado pela mãe e avô, pelo simples motivo de que estava vivo. Giuseppe obrigava o pequeno Nik a ouvir histórias de morte e terror, visando deixá-lo preparado para o futuro, pois, mesmo odiando-o, era o único neto e não queria ver o Império Wittelsbach acabando. Bem, nessa parte, ele fez um bom trabalho afinal... Niklaus cresceu como o avô, porém muito pior, era frio, insensível, psicopata. A sua infância foi o ponto de partida para o que ele se tornou.
outras informações
- Nenhuma.
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Niklaus A. Wittelsbach

Mensagens : 3
Data de inscrição : 18/01/2014
Localização : hello my friend do forumeiros

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Hécate em Qui 23 Jan - 6:37

Ficha de Reclamação
Avaliação e Atualização
Niklaus Houveram alguns erros, e a leitura em algumas partes não foram tão envolventes assim, porém nada que atrapalhasse o campista. Seja bem vindo, filho de Ares;
~tsc~

_________________



Hécate


I have died every day waiting for you... Darling don't be afraid, I have loved you for a thousand years. I'll love you for a thousand more


thanks brittany from @ bg!

avatar
Hécate

Mensagens : 103
Data de inscrição : 01/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
100000/100000  (100000/100000)
MP:
100000/100000  (100000/100000)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://demigods-rpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Kirie Himuro em Sex 24 Jan - 9:35


her name is Kirie

Hefesto



17 anos



Tokyo



HyunA
características física e psicologicas

É uma pessoa alegre e bem humorada, que costuma passar o dia inteiro cantando, assistindo anime ou desenhando. Costuma estar sempre com um sorriso em face e esperando a chance para consolar um amigo. É curiosa e sempre muito gentil. Segue intensamente as tradições japonesas, mas incorporou alguns costumes de outros países pelo convívio com semideuses de várias nacionalidades no Acampamento. É um pouco irônica as vezes e possui um espirito livre depois que regressou a este mundo. Faz o que lhe parece ser uma boa ideia, mas não prejudica as pessoas no processo de forma intencional. É um pouco tímida com pessoas que não conhece, mas depois se torna incrivelmente sociável. Quando tem um objetivo, é de uma determinação inabalável. Persistente, determinada e incrivelmente perceptiva. Seria uma forte candidata a filha de Atena, caso já não tivesse sido reclamada por Hefesto. Mas, quem sabe, seu intelecto superior não seja por, em algum ponto de sua família, ela descender da deusa? Ou talvez seja apenas consciencial, japoneses costumam ser bem inteligentes mesmo. Protege seus amigos e aquilo que acha ser o certo com garra, mesmo que aquilo lhe custe a vida. Se a jovem lhe der sua palavra, pode estar certo que ela ira cumpri-la sem pensar duas vezes.

A primeira característica é que, depois de se mudar para os Estados Unidos, passou a pintar os cabelos, o que faz que aja alguma variação na cor deles. Sua pele é suavemente amarelada e seus olhos são escuros. Possui uma marca de nascença de uma bigorna com um martelo abaixo do umbigo. Por algum motivo, é ligeiramente mais forte e resistente que seu irmão mais novo, que deveria ter morrido no sacrifício aos deuses no lugar da jovem. Tem cerca de um metro e sessenta e dois e é relativamente leve. Seu corpo é ligeiramente definido também, devido a algumas das milhares de aulas e atividades que praticava antes e depois de sua "talvez morte". Possui uma cicatriz no peito, onde uma adaga havia a ferido.

Além de começar a cantar quando está sem o que dizer ou entediada, desenhar e as vezes ir dançar de repente, não possui nenhuma mania.
historia
Tragedia. É a palavra que melhor descreve a infância de Kirie. Enquanto vivia com seus pais, ricos empresários do ramo de computação e jogos, ela e seu irmão gêmeo tinham de tudo. Jogos, todo e qualquer equipamento eletrônico que pudessem desejar, empregados, saiam com frequência levados pelos pais ou por algum empregado destinado a cuidar deles, frequentavam as melhores escolas do Japão... Os pais dos gêmeos os matricularam em todos os cursos que eles desejavam: desenho, canto, dança, artes márcias... Tudo. Mal sabiam os gêmeos, porém, que a jovem só tinha o que queria pois o ritual de sacrifício aos deuses exigia que ela fosse feliz e o jovem tinha apenas por ter mesmo. Durante 13 anos, ela teve de tudo, mas os sacerdotes do antigo templo de Melinoe eram implacáveis. Levaram a semideusa a força para sacrificar, mesmo que não fosse ela o verdadeiro sacrifício. A deusa dos fantasmas não esperava a jovem como sacrifício, desejava o garoto. Mas... Quanta ousadia daqueles mortais! A deusa ficou furiosa e jogou uma maldição no templo e nos sacerdotes. A morte da jovem fora revogada através de um acordo de Hades e Melinoe. Mesmo a divindade não gostando da filha bastarda de Perséfone, ele tinha que admitir que não era a hora da garota morrer. Sua jovem alma fora dispensada do Submundo e regressou ao corpo, ciente de que não era uma mortal comum. Seria enterrada "viva" caso uma jovem de madeixas loiras e olhos cinzentos não tivesse impedido e levado o corpo embora, para um lugar seguro. Era difícil a jovem interferir, porém Maya havia ido pessoalmente resgatar a jovem, a mando de Thanatos, e a guiou até o Aeroporto, onde o sátiro que devia acompanhar a japonesa estava. {...} A viagem lhe fora tumultuada, mas mesmo assim chegou viva e bem no Acampamento. Uma vez lá, se viu cada vez mais interessada nas forjas e começou a tentar ajudar lá, achando um talento incrível em si mesma. Fora reclamada por Hefesto pouco depois.
outras informações
- Caso seja possível, gostaria de ter um caderno de desenho e lápis de cor oficialmente, apenas para complementação da personagem.
copyright 2013 - all rights reserved for larissa

_________________


Kirie "Tecno Girl" Himuro
a smile is a curve that sets everything straight.
thank you, thay.
avatar
Kirie Himuro
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Athena em Sex 24 Jan - 10:04



Avaliação
Serão aprovados ou reprovados?




Kirie Himuro:

Parabéns! Sua ficha foi explêndida, cativante e bem descrita. Adorei a história da personagem, além de estar um pouco confusa, mas amei! Seja Bem Vinda filha de Hefesto.



~tsc~

_________________

Athena
❛Athena❛Godness of Estrategy and Wisdom❜

credits @
avatar
Athena

Mensagens : 30
Data de inscrição : 23/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Jessica Saltzman em Sex 24 Jan - 12:50


Jessica Saltzman

Athena



15 Anos



San Francisco



AnnaSophia Robb
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem? É o tipo de garota que está sempre com uma máscara para não mostrar suas emoções. É muito inteligente, presta atenção aos mínimos detalhes de tudo, mas se for demasiado fácil ela para de prestar tanta atenção. É bonita e sabe usar isso sem ser vulgar. Odeia pessoas vaidosas e costuma não se arrumar muito para sair ou coisas assim. Tem um forte por adrenalina, adora fazer qualquer coisa que possa fazer com que ela se sinta livre.
Costuma ser distante, fria, ignorante, sarcástica e irônica com quem não conhece. Sua máscara impassível, não costuma sumir mesmo com seus amigos.
É mais solta com os amigos, mas quase nunca deixa sua máscara de frieza, se você for realmente importante, conhecerá uma garota preocupada e engraçada. Se precisar de alguém para conversar pode contar com Jessica, ela com certeza dará ótimos conselhos.
É manipuladora nata, tem ótimos argumentos. Sabe o que a pessoa quer ouvir e a hora que a pessoa quer ouvir. É muito observadora e pega os mínimos detalhes, assim pode usar contra quem quer que seja.
Consegue convencer qualquer um, não importando a dificuldade. Quando irritada, normalmente manda um olhar que amedrontaria qualquer homem, mesmo o mais forte. É bastante intuitiva, tanto que suas decisões e pressentimentos quase nunca falham. Tenta sempre manter suas emoções em seu controle. Terrivelmente orgulhosa, ela nunca será a primeira a se desculpar.
- Qual sua aparência? Tem cabelos loiros que vão até seu pescoço, completamente repicados e desnivelados. Tem um corpo curvilíneo. Seios fartos, que normalmente são escondidos por alguma jaqueta de couro. Tem suas coxas e sua bunda firme. Cintura fina e quadril largo. Tem uma beleza exótica e por isso sempre tenta se esconder em jaquetas e roupas mais largas, e cobrindo o rosto. Não tem uma imperfeição no rosto, tendo um padrão quase sobrenatural.  Sobrancelhas finas que acompanham os olhos e se encaixa perfeitamente no rosto, lábios carnudos e rosados naturalmente. Nariz pequeno e fino. Altura de mais ou menos 1,60.
- Tem alguma mania? Morder seu cabelo quando está nervosa, bater nas pessoas quando está com tédio, cantar quando não tem o que fazer.
- Alguma cicatriz?Não
- Algo relevante?Nope.
historia
- Pontos importantes de seu passado
- Quais atividades você praticava pré-acampamento? Eu tocava violão, criava músicas e participava do clube do livro da escola.
- Como você chegou no Acampamento? Em um dia normal, saí de casa enquanto a governanta dormia e fui até o ponto de táxi. Peguei um táxi e fui até onde o meu dinheiro podia pagar: uma estrada deserta. Mas que ótimo, eu pensei. Eu fui andando por ela até que um cachorro gigante apareceu perto de mim e por pouco não acertou a sua pata no meu ombro. Eu estava começando a me desesperar, até que uma pedra atingiu o cachorro na cabeça e continuaram vindo mais pedras. Quando a pessoa saiu de trás de 2 arbustos, era meu amigo Freddie que conheci na escola. Ele havia sido expulso da escola fazia 2 meses. Eu fiquei um pouco confusa: como ele sabia que eu iria estar ali?

Ele pegou uma pequena adaga e fez um pequeno corte na pata do cachorro, que virou pó. Ele veio correndo em minha direção e disse:
-Ainda bem que te encontrei. Ficou meio difícil te vigiar depois que fui expulso.
-Freddie? Porque você estava me vigiando? Como sabia que eu iria estar aqui? E mais: que bicho era aquele?
-Primeiro: Porque eu tenho que te levar para o acampamento meio-sangue. Segundo: Como disse, eu estava te vigiando. E terceiro: Era um cão infernal.
-Acampamento meio-sangue?
-Katherine, você lembra dos deuses gregos?
-Claro, esqueceu? Eu tenho uma coleção de livros só de mitologia grega.
-Bom, eles estão vivos até hoje e as vezes tem filhos até hoje, que são- Eu o cortei e disse:
-Semideuses. Metade deuses, metade mortais.
-Então...Bom, você é uma!

Um baque foi jogado em cima de mim: Eu? Uma semideusa?

Então o Freddie disse:
-E eu sou seu sátiro.

Então ele tirou suas calças e mostrou suas pernas, que pareciam de bode. Então nesse momento, minha visão ficou turva e eu só ouvi o Freddie dizer:
-Kath!
Me acordei deitada em uma cama com o Freddie me dando uma bebida, que tinha gosto de Donnuts, que eu sempre comprava na loja da esquina lá de casa. Eu lhe disse:
-Freddie, eu tive um sonho muito estranho, onde você era um sátiro e tinha pernas de bode.
-Como essas?-Ele disse apontando para suas pernas peludas.
-Freddie, então quer dizer que eu sou mesmo uma...Semideusa?
-Sim.
-Mas de quem eu sou filha?
-Você é uma semideusa indeterminada, ou seja, ainda não sabemos quem é seu pai ou mãe.

Ele me deu mais um pouco daquela bebida e depois de beber ela, eu lhe disse:
-Freddie,o que é isso?
-Isso é Néctar dos deuses.
-Me dá mais?
-Você não pode tomar mais. O néctar dos deuses cura os semideuses, mas se tomar demais, você literalmente vira cinzas.
-Okay.


Então ele me explicou tudo sobre o acampamento, sobre todos os chalés e que eu iria ficar no chalé de Hermes até que eu fosse reclamada. Lá eu conheci uma menina chamada Kirah Hwang que era muito legal e me ajudou com várias coisas e me disse tudo que eu devia ou não fazer, e então a noite, eles fizeram uma fogueira e a Kirah me disse que eu deveria jogar a melhor parte de minha comida para um dos deuses como oferenda, mas para o Deus ou Deusa que eu achasse que poderia ser meu progenitor. Fiz minha oferenda para Atena, a deusa da sabedoria e da estratégia em batalha, pois era a que eu mais tinha expectativas de ser filha.
Eu fiz a oferenda e depois de todos terem feito a oferenda, fomos nos sentar ao redor da fogueira. Estávamos todos cantando até que todos pararam e começaram a olhar para mim, mais especificadamente para a minha cabeça. Olhei e vi o símbolo de uma coruja ,então Quíron disse:
-Salve Katherine Daniels, filha de Atena, a deusa da sabedoria e da estratégia em batalha.

A partir daquele momento eu soube que minha vida nunca mais seria a mesma e que ali ,eu seria muito feliz.
- Como foi sua infância? Nasci em San Francisco e fui criada pelo meu pai, que não ligava muito pra mim. Sempre fui independente, mas eu sentia falta de algo: Sim, de uma mãe.
Meu pai me disse que ele conheceu uma mulher e eles eram apaixonados um pelo outro. Ela ficou gravida e quando eu nasci, ela sumiu e me deixou com o meu pai. Por causa dela eu cresci sem saber o que era amor, pois meu pai nunca ligou pra mim, eu parecia uma estranha em casa. E também, quem iria se importar com uma menina com déficit de atenção e dislexia?
Meu pai era um grande médico e cientista que dificilmente estava em casa e me deixava com uma governanta mandona e que não se importava comigo. Eu decidi fugir, queria me livrar da vida odiosa que sempre tive: Meu pai me obrigava a estudar até a madrugada pra ver se eu aprendia alguma coisa(não que eu não gostasse de ler, na verdade, eu amava) e a governanta só cuidava de mim 15 minutos e depois ia assistir TV ou dormir. Mas um dia eu iria mudar aquilo, eu sabia que sim.
outras informações
- Aqui outras informações que julgue importantes
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Jessica Saltzman
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 2
Data de inscrição : 15/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Ártêmis em Sab 25 Jan - 9:06



Ficha Reprovada!
Mais sorte da próxima vez!



Jessica Saltzman - Como assim você gostava de ler? Você tem dislexia, garota. Alguns afetam menos, mas edite sua ficha. Além disso, um cão infernal é um monstro demasiado forte até mesmo para uma filha de Athena, e você ainda tem 15 anos: seu cheiro ainda não está aquela coisa. Um cão infernal não sairia de perto de você com simples pedradas (ao menos foi o que eu entendi), e tampouco morreria com um corte na pata. Até mesmo bronze celestial ou algo do tipo não mata alguns seres mais resistentes como ciclopes, minotauros e cães infernais deste modo.
No mais, embora tenha alguns erros de vírgulas, sua ficha foi ricamente detalhada, bem-feita e exemplar.



~tsc~
avatar
Ártêmis
Ártemis
Ártemis

Mensagens : 135
Data de inscrição : 21/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
999999999/99999999  (999999999/99999999)
MP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Rick Williams em Sab 25 Jan - 9:40


   
Rick Williams

   
Ares



   
17



   
Seattle



   
Felipe Neto
características física e psicologicas

   - Qual a personalidade do seu personagem? Bastante explosivo e impulsivo, agindo muitas vezes sem pensar e não medindo as consequências de suas ações. Ele só se importa com seus amigos e não procura fazer o que é certo caso não lhe convenha. Ciumento e apaixonado por tudo que lhe chama a atenção. Protetor, responsável e fiel. Irritadiço, impaciente e intolerante. Curte um estilo onde se utiliza de jeans rasgados e camisetas de qualquer cor. Geralmente com par de óculos escuros ou carregando em seu bolso. Tal visual provem de uma debilidade rebelde e jovial. Ousado, inconsequente, frio, egoísta, impaciente e um pouco inseguro. Esses são apenas alguns dos poucos adjetivos que o descrevem – um garoto que fala o que pensa, sem se preocupar com supostas consequências advindas da extravagância. Rick é completamente egocêntrico, concentra-se mais em si mesmo  do que com as outras pessoas. Prometeu a si mesmo a nunca se deixar levar por questões do coração, não só porque presenciava em livros e revistas a normalidade sofrida das emoções como também porque viveu com amor desordeiro de seus pais. Um rapaz que adora ter os holofotes sobre si e usa e abusa de toda a sua habilidade e sedução para conseguir o que almeja.
   - Qual sua aparência? Não é tão forte quanto seus irmãos em questão de corpo, já que é meio que magricela, mas possui força interior que o dá força exterior o tornando mais forte que seus irmãos. Seus cabelos são negros assim como os seus olhos. Sua pele branca e isenta de qualquer defeito tais como cicatrizes, marcas, manchas...
   - Tem alguma mania? Não
   - Alguma cicatriz? Não
   - Algo relevante? Nots
historia
- Pontos importantes de seu passado
   - Quais atividades você praticava pré-acampamento? Academia
   - Como você chegou no Acampamento? Após meu sátiro me descobrir no colégio e irmos em direção ao Acampamento ao derrotarmos um monstro poderoso.
   - Como foi sua infância? Me perguntava o motivo de eu ser diferente...Eu conseguia fazer as letras mudarem de ordem fazendo-as do grego antigo se tornarem do inglês americano e lê-las. Nunca soube o motivo disto e sempre que perguntava para minha mãe ela sempre respondia a mesma coisa: "Você é especial, meu filho." Eu estava cansado disto, ela sempre fala a mesma coisa e não me responde as perguntas, quem era meu pai? O que houve para de repente nos deixar? Qual nome dele? São perguntas infinitas e nunca obtinha respostas apenas uma: "Seu pai também era especial". Aquilo me deixava louco já que não podia descobrir nada sobre meu progenitor masculino. Eu facilmente ficava irritado e quebrava todas as coisas de casa, minha mãe sofria um prejuízo mais por algum motivo ela entendia minha raiva e não fazia nada comigo e aquilo sempre me deixava intrigado. Minha história começou a mudar quando fui para o colégio e meu suposto melhor amigo era na verdade uma criatura mitológica, um sátiro e no mesmo dia que eu descobri isso o zelador da minha escola se transforma em um cão do tamanho de um urso e nos ataca. Ele tira da sua mochila uma grande espada e me dar e quando toco nesta espada algo me acontece que eu começo a manuseá-la muito bem e destruo o cão infernal, como chama meu melhor amigo, e depois um javali aparece em cima da minha cabeça o que me assusta e vou para um acampamento.
outras informações
- Aqui outras informações que julgue importantes
copyright 2013 - all rights reserved for larissa
avatar
Rick Williams

Mensagens : 2
Data de inscrição : 22/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Ártêmis em Sab 25 Jan - 17:01



Ficha Reprovada!
Mais sorte da próxima vez!



Embora você descreva bem e cometa poucos erros de ortografia no quesito de vírgulas, sua personalidade é bem esquisita. Você por acaso é bipolar? Se for, por favor, me deixe claro. Pessoas fiéis, que se preocupam muito com seus amigos, não podem ser egocêntricas e que só se preocupam com si mesmas. No mínimo, isso seria um pouco conflitante.
Além disso, a parte “detalhes importantes de seu passado” não foi preenchida. A única atividade, academia, foi pouco citada e acho que deveria pôr mais de uma, para não deixar um branco, mas isso é você quem sabe. Houve alguns erros no tipo de “mas e mais” (o primeiro expressa o mesmo sentido de “porém”, o segundo indica quantidade), e também, sua história de como chegou ao Acampamento foi parcamente detalhada e feita com muita pressa. Que monstro era esse? Como se chamava? Como você o derrotou? Onde você estava quanto tudo aconteceu? O que aconteceu com seu irmão? Essas e muitas outras perguntas deveriam ser esclarecidas em uma história maior.
No mais, não vi problemas significativos, mas esteja livre para editar qualquer parte. Reposte ou edite sua ficha e me avise. Boa sorte e mais atenção!


~tsc~

avatar
Ártêmis
Ártemis
Ártemis

Mensagens : 135
Data de inscrição : 21/11/2013

Ficha Meio-Sangue
HP:
999999999/99999999  (999999999/99999999)
MP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Jay D. Epping em Sab 1 Fev - 16:20


Jay Dunning Epping

Éolo



19



Las Vegas



Jeremy Kapone
características física e psicologicas

- Qual a personalidade do seu personagem?

Jay sofre de DPM (Distúrbio de Personalidade Múltipla), então ele tem mais do que uma personalidade. A personalidade dominante, que é o próprio Jay, é avoado, não da importância para os detalhes e desligado. John, uma de suas personalidades, é agressivo, não pensa direito e egocêntrico. A sua última personalidade é Gabe, ele é diplomático, galanteador, dramático e viciado em jogos de azar. (praticamente o oposto de John).

- Qual sua aparência?

Jay possui cabelos e olhos pretos. Tem 1,75 de altura e pesa 60 quilos. Os seus cabelos normalmente estão bagunçados, e possui uma pinta em baixo de seu olho esquerdo.

- Tem alguma mania?

Quando está entediado, Jay fica fazendo acordes de saxofone em seus braços.

- Alguma cicatriz?

Não

- Algo relevante?

Nope

historia
Vivi em Vegas a minha vida toda, ou quase toda ela, eu sai de lá quando tinha 17 anos, depois eu falo disso. A minha mãe trabalhava como mulher do tempo no jornal local, ela falava que isso atraia os rapazes, e que foi assim que ela conheceu o meu pai.

Como eu sou um filho sem pai, uma coisa normal em 58 já que as guerras eram algo bem frequentes, e a minha mãe sempre estava trabalhando, eu sempre fui uma pessoa sozinha no mundo. Gostava de explorar todos os lugares que achava, e isso foi um erro, dos grandes até! Um dia achei uma marca estranha em uma pedra, tinha o formato de um triângulo e parecia estar na pedra faz um tempo. Alguma coisa falava para mim encostar no triângulo, tentei resistir no começo, mas a vontade foi maior. Encostei na imagem e ela abriu uma passagem. Eu nem pensei duas vezes e pulei nela.  Fiquei dois anos presos naquele lugar.

O local era bem escuro, a única claridade que tinha era uma tocha na parede. Peguei a tocha e comecei a explorar o local. Quando estava com fome, o vento me guiava até algum lugar com comida. e água. Só por isso que eu não morri. Raramente encontrava alguma coisa se mexendo no escuro, mas corria dela o máximo que conseguia, nem via a sua aparência.

Com o passar do tempo, e com a necessidade, duas "pessoas" apareceram. A primeira foi John. Quando encontrei uma figura estranha nas sombras e fugi dela, as minhas pernas lutavam contra a minha vontade e uma voz apareceu em minha cabeça "Qualé rapaz! Fugir de briga não é legal! Vamos voltar lá, eu arrebento aquele bicho!" As minhas pupilas dilataram e eu perdi o controle do meu corpo. John corria para a câmera onde eu tinha visto a figura, mas não tinha nada lá, parece que a coisa ficou com medo. Eu lutei para assumir o controle do meu corpo, foi difícil, mas consegui. John era bem "forte".

O próximo a aparecer foi Gabe, mas ele salvou a minha vida. Tinha encontrado um homem chamado Hefesto, ele carregava um martelo enorme em suas mãos e seus músculos eram assustadores! John queria dar um sopapo nele, mas um outro lado queria conversar com ele. Gabe assumiu o controle do meu corpo em alguns segundos. Ele penteou o meu cabelo para trás e começou a conversar com o homem, como se fossem dois amigos de infância. "Se fosse eu... já teria dado um sopapo na cara desse malandro! Vai se ferrar Gabe! Vai se ferrar. Parecia que os dois já se conheciam.

Em um dia, o vento apareceu mais uma vez e me levou para uma saída. Eu sabia que era uma saída, pois o triângulo apareceu mais uma vez. Apertei ele e uma saída apareceu. Vocês não tem noção da sensação que é ver o Sol depois de dois anos! Dois anos no escuro, fugindo e suportando John e Gabe discutindo em minha cabeça, eu participava com grande frequência daquelas discussões. Estava com poeira em toda a minha roupa, estava fedendo mais do que um cavalo que correu nas Olimpíadas! E encontro uma garota batendo em uma árvore com uma espada. Aquela visão foi assustadora "MATA ELA! ELA TA ARMADA! VAI MATAR A GENTE!" "Eu achei ela bem bonita. Acho que ela nunca faria um chá de cadeira! Com certeza eu chamaria ela para dançar."

-- Dá para calar a boca?

Acho que falei alto demais, a garota me ouviu e entrou em posição de ataque. Eu pego um graveto no chão e começo a recuar. A garota pergunta quem eu sou, o que eu sou e de onde eu sai.

-- Olha broto. Eu sai de uma pedra e me chamo Jay. Vim lá de Las Vegas e acho que estou preso faz dois anos, ou um e pouco.

Ela ficou meio confusa com a minha gíria e me atacou. Defendi os golpes dela o máximo possível, um graveto não é a melhor arma para se defender. Tentei correr na direção da floresta, mas acabei tropeçando em uma raiz. Gabe assumiu o controle e jogou uma pedra na direção dela, mas a garota foi mais rápida e se defendeu do golpe. Quando ela ia dar o golpe final em mim, uma forte rajada de vento empurrou ela para longe. Um símbolo apareceu sobre a minha cabeça, era uma nuvem e uma criatura meio ave meio mulher. Eu desmaiei logo em seguida.
outras informações
- Aqui outras informações que julgue importantes

Podem me dar um saxofone? Se possível, claro
copyright 2013 - all rights reserved for larissa



Legenda:

Jay

John

Gabe
avatar
Jay D. Epping
Filhos de Éolo
Filhos de Éolo

Mensagens : 12
Data de inscrição : 29/01/2014

Ficha Meio-Sangue
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação [Post Unificado]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum